Brasil tem 1.187 mortes por covid-19 em 24h; total passa de 68 mil

O país tem 1.716.196 casos confirmados de coronavírus, mais de 41 mil somente no período de um dia, segundo dados do consórcio de imprensa

O Brasil tem 68.055 mortes e 1.716.196 casos confirmados de covid-19, segundo levantamento do consórcio de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde e divulgado nesta quarta-feira, 8 de julho.

O balanço, atualizado às 20 horas, mostra que em 24 horas foram registrados 1.187 óbitos e 41.541 testes reagentes para o SARS-CoV-2.

O consórcio de veículos reúne UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra.

Pelo terceiro dia consecutivo o país tem mais de 1.000 mortes confirmadas em 24 horas. É o único a superar esta marca e o que mais registrou óbitos no período de um dia em todo o mundo, segundo a plataforma Worldmeters.

Aumento de casos no Sul e Centro-Oeste preocupa

O Ministério da Saúde divulgou, nesta quarta-feira, um boletim em que analisa a pandemia no Brasil por semana epidemiológica.

Pela primeira vez, o número de óbitos foi maior no interior do Brasil. Na última semana, do total de 7.195 mortes, 52% foi registrado fora de uma capital. Em relação aos casos, o interior já tem mais infectados há seis semanas e atualmente concentrou 63% do total dos 263.337 registrados na última semana.

Os dados mostram ainda que as regiões Sul e Centro-Oeste estão em um momento mais preocupante com o aumento do número de casos.

"Nossa grande preocupação são os estados do Sul com um aumento significativo no número de casos e também de óbitos, assim como a Região Centro-Oeste, que até quatro semanas atrás quase não aparecia em termos de estatísticas", disse Eduardo Macário, diretor do Departamento de Análise em Saúde do Ministério da Saúde, em entrevista coletiva nesta quarta.

Na semana 24 (atualmente estamos na 28), os três estados do Sul registraram 7.229 casos confirmados de covid-19. Na semana 27, foram 25.493, um aumento de 352%.

Na Região Centro-Oeste, na semana epidemiológica 24, eram 11.345 infectados. Na semana 27 este número saltou para 28.764, um crescimento de 254%.

As semanas epidemiológicas são estabelecidas por convenção internacional para controle e apuração de dados sobre uma epidemia ou pandemia. Sempre são contadas de domingo a sábado. Atualmente estamos na 28ª, que começou no dia 5 de julho.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.