Acompanhe:

Brasil tem 1.726 mortes por covid-19 em 24h, pior registro da pandemia

De acordo com dados do consórcio de imprensa, o país tem 257.500 óbitos e 10.647.845 casos confirmados da doença

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (Amanda Perobelli/Reuters)

(Amanda Perobelli/Reuters)

G
Gilson Garrett Jr

Publicado em 2 de março de 2021 às, 20h05.

Última atualização em 2 de março de 2021 às, 20h39.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou um balanço nesta terça-feira, 2, com os números da pandemia de covid-19 no Brasil, de acordo com dados das Secretarias Estaduais de Saúde. O país tem 257.500 óbitos e 10.647.845 casos confirmados da doença.

O balanço, atualizado às 20 horas, mostra que no período de um dia foram registradas 1.726 vítimas e 58.237 testes reagentes para o coronavírus. É o maior número de óbitos desde o início da pandemia.

Os dados são compilados pelo consórcio de imprensa que reúne UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra.

A média móvel, que contabiliza o número de óbitos da última semana, é de 1.274. A média de casos é de 55.318.

Vacinados nos estados

Segundo o levantamento feito pelo consórcio de imprensa, o Brasil já tem um total de 7.106.147 doses aplicadas contra a covid-19. Este valor é a soma dos 26 estados mais o Distrito Federal e equivale a 3,36% da população brasileira.

  • AC: 1ª dose - 20.151 (2,25%); 2ª dose - 3.899 (0,44%)
  • AL: 1ª dose - 98.239 (2,93%); 2ª dose - 7.934 (0,24%)
  • AM: 1ª dose - 254.134 (6,04%); 2ª dose - 58.416 (1,39%)
  • AP: 1ª dose - 25.002 (2,90%); 2ª dose - 2.929 (0,34%)
  • BA: 1ª dose - 470.783 (3,15%); 2ª dose - 124.470 (0,83%)
  • CE: 1ª dose - 303.266 (3,30%); 2ª dose - 97.015 (1,06%)
  • DF: 1ª dose - 143.007 (4,68%); 2ª dose - 52.680 (1,70%)
  • ES: 1ª dose - 123.933 (3,05%); 2ª dose - 28.492 (0,70%)
  • GO: 1ª dose - 205.657 (2,89%); 2ª dose - 45.669 (0,64%)
  • MA: 1º dose - 149.802 (2,11%); 2ª dose - 52.139 (0,73%)
  • MG: 1ª dose - 629.242 (2,96%); 2ª dose - 264.165 (1,24%)
  • MS: 1ª dose - 115.965 (4,13%); 2ª dose - 50.484 (1,80%)
  • MT: 1ª dose - 85.268 (2,42%); 2ª dose - 32.294 (0,92%)
  • PA: 1ª dose - 140.962 (1,62%); 2ª dose - 54.044 (0,62%)
  • PB: 1ª dose - 112.401 (2,78%); 2ª dose - 35.554 (0,88%)
  • PE: 1ª dose - 317.513 (3,30%); 2ª dose - 114.291 (1,19%)
  • PI: 1ª dose - 79.514 (2,42%) ; 2ª dose - 22.576 (0,69%)
  • PR: 1ª dose - 317.461 (2,76%); 2ª dose - 112.820 (0,98%)
  • RJ: 1ª dose - 546.584 (3,15%); 2ª dose - 132.823 (0,76%)
  • RN: 1ª dose - 95.048 (2,69%); 2ª dose - 36.335 (1,03%)
  • RO: 1ª dose - 47.275 (2,63%); 2ª dose - 9.592 (0,53%)
  • RR: 1ª dose - 27.913 (4,42%); 2ª dose - 9.121 (1,45%)
  • RS: 1ª dose - 483.152 (4,23%); 2ª dose - 111.523 (0,98%)
  • SC: 1ª dose - 180.199 (2,48%); 2ª dose - 58.567 (0,81%)
  • SE: 1ª dose - 48.907 (2,11%); 2ª dose - 35.337 (1,52%)
  • SP: 1ª dose - 2.039.588 (4,41%); 2ª dose - 603.453 (1,30%)
  • TO: 1ª dose - 45.084 (2,84%); 2ª dose - 10.327 (0,65%)

Doria diz que SP vive pior momento da pandemia

“O estado de São Paulo está na pior semana de todas da pandemia de covid-19”. A frase foi dita pelo governador João Doria (PSDB) em entrevista coletiva no fim da manhã desta terça-feira, 2, durante a abertura do novo ponto de vacinação drive-thru da capital paulista, no estádio do Morumbi.

Os dados divulgados pela Secretaria da Saúde do estado também confirmam a fala de Doria. O número de pessoas internadas em UTI chegou ao mais alto patamar desde o início da pandemia, com 7.173. O valor é 14% maior que o pico, registrado em junho do ano passado. Grande parte dessas internações é de jovens, com quadros mais complicados e que ficam internados por mais tempo. A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 74% em todo o estado.

Com estes números, o governo do estado deve anunciar novas medidas de restrição de circulação. Na tarde desta terça-feira os membros do Centro de Contingência da Covid-19 se reuniram para falar sobre os dados mais atualizados e sugerir a Doria a adoção de uma fase mais restrita que a vermelha da quarentena, em que somente os serviços essenciais podem funcionar.

Últimas Notícias

Ver mais
Zema reitera no STF que não vai exigir vacinação completa de estudantes na rede estadual
Brasil

Zema reitera no STF que não vai exigir vacinação completa de estudantes na rede estadual

Há uma semana

Qual a diferença entre dengue e covid-19? Veja os sintomas
Brasil

Qual a diferença entre dengue e covid-19? Veja os sintomas

Há uma semana

MG e SC contrariam Ministério da Saúde e não exigem carteira de vacinação para matrícula escolar
Brasil

MG e SC contrariam Ministério da Saúde e não exigem carteira de vacinação para matrícula escolar

Há 3 semanas

Casos agudos de covid-19 aumentam no Norte e Nordeste
Brasil

Casos agudos de covid-19 aumentam no Norte e Nordeste

Há 3 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais