Brasil está entre os 5 países que mais gastam com violência

Problemas de segurança pública custam 375 bilhões de reais por ano ao país, segundo levantamento internacional

	Protesto contra violência no Rio: fenômeno é um dos principais problemas do Brasil hoje
 (Tania Rêgo/ABr)
Protesto contra violência no Rio: fenômeno é um dos principais problemas do Brasil hoje (Tania Rêgo/ABr)
S
Saulo Pereira GuimarãesPublicado em 11/06/2013 às 16:26.

São Paulo - O Brasil ficou entre os cinco primeiros num ranking dos países que mais gastam para conter a violência organizado pelo IEP (Instituto para Economia e Paz). Ao todo, o país gasta mais de 375 bilhões de reais (US$ 176 bilhões) por ano com o problema – ficando atrás apenas dos Estados Unidos (3,6 trilhões de reais), China (761 bilhões de reais), Rússia (445 bilhões) e Índia (399 bilhões de reais).

Os três primeiros países reúnem 26% da população mundial e têm gastos prioritariamente militares. Já no caso do Brasil, grande parte do impacto se deve à violência urbana. O relatório da entidade estrangeira destaca às altas taxas de homicídio no país, que ficou em 81º na lista dos mais pacíficos do mundo.

A Islândia lidera o ranking, no qual o Brasil está atrás de países como Costa Rica (40º), Timor Leste (51º), Cazaquistão (78º) e Libéria (80º). O envolvimento em conflitos, a segurança interna e o nível de militarização são alguns dos critérios usados pelo IEP, que avaliou 162 países.

3,3 milhões de inquéritos 

Em 2012, o Ministério Público recebeu cerca de 3,3 milhões de inquéritos policiais em todo país, segundo dados levantados por EXAME.com. Neles, as ocorrências mais frequentes foram os crimes contra o patrimônio. Mais de 1,2 milhão de casos de roubo, furto e extorsão mediante sequestro foram registrados, segungo o ministério. 

Desses, 79,73% ainda se encontram em investigação. Outros 12,61% resultaram em denúncias – com os suspeitos identificados e os casos, encaminhados para a Justiça. Os inquéritos arquivados somam 7,65% do total.

Lesões corporais (638.848) e crimes contra a vida (467.861) foram as outras ocorrências mais recorrentes. Os dados fazem parte da publicação "Ministério Público - Um retrato", que será lançada no próximo dia 20.

Violência no Brasil

Hoje, a violência é um dos grandes problemas do Brasil. Entre 1980 e 2010, cerca de 800 mil pessoas foram mortas por armas de fogo. Os dados do Ministério da Saúde constam no Mapa da Violência 2013, publicado pelo Centro Brasileiro de Estudo Latino-americanos. 
 
Apenas em São Paulo, 1,5 mil pessoas foram mortas em 2012 por razões fúteis (como brigas em bares, discussões no trânsito e violência doméstica) . Até maio desse ano, 490 homicídios da mesma categoria já haviam sido cometidos – cerca de 30% do total no estado.