A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Bolsonaro tem melhora e começa a se alimentar normalmente nesta sexta

Na noite de quinta-feira, o presidente retirou a sonda nasogástrica. Embora ainda não haja previsão de alta, ele manteve "evolução clínica satisfatória", segundo boletim médico

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

A Secretaria Especial de Comunicação do Planalto (Secom) informou em nota na noite de quinta-feira que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) retirou a sonda nasogástrica e deve começar a se alimentar normalmente a partir desta sexta-feira, 16. Embora ainda não haja previsão de alta, ele manteve "evolução clínica satisfatória".

Na noite de quinta, em entrevista à RedeTV! ao lado de Bolsonaro no quarto do hospital Vila Nova Star, em São Paulo, o médico Antônio Luiz Macedo, responsável pelo tratamento do presidente, afastou a possibilidade, "em princípio", de uma nova intervenção cirúrgica.

Responsável por atender Bolsonaro em procedimentos cirúrgicos desde a facada sofrida pelo presidente durante a campanha eleitoral, Macedo disse que a obstrução intestinal se deve a complicações posteriores ao atentado de setembro de 2018, que provocou múltiplas perfurações no órgão e uma série de operações. Segundo o médico, o funcionamento do intestino do presidente melhorou desde ontem e o abdome está menos inchado.

Já Bolsonaro afirmou na quinta-feira que a "chance de cirurgia está bastante afastada", e, indagado sobre previsão de alta, respondeu: "Talvez amanhã".

Bolsonaro está internado desde a noite de quarta no hospital da capital paulista. O presidente havia dado entrada na madrugada do mesmo dia no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, onde fez exames que constataram obstrução intestinal.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importante em tempo real.


Toda semana tem um novo episódio do podcast EXAME Política. Clique aqui para ver o canal no Spotify, ou siga em sua plataforma de áudio preferida.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também