Bolsonaro quer privatizar áreas em praias do Rio, Bahia, SC e Alagoas

Projeto piloto contempla áreas do Rio de Janeiro, Bahia, Alagoas e Santa Catarina e inclui venda de ativos inalienáveis, segundo jornal

O governo de Jair Bolsonaro pretende vender áreas públicas em praias e ilhas brasileiras para grupos de empresário, com o intuito de fomentar o turismo. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Além de imóveis à beira-mar para a construção de hotéis e resorts, o governo também estaria interessado em conceder ativos inalienáveis, como faixas de areia, áreas de ilhas e espelhos-d'água, onde seriam feitos píeres e marinas. 

Segundo a publicação, um projeto piloto deve ser feito em Angra dos Reis (RJ), Maragogi (AL), Cairu (BA) e região de Florianópolis (SC). Em Cairu, nem mesmo o forte do Morro de São Paulo, construído em 1630 e considerado patrimônio histórico nacional, seria poupado.

O projeto, ainda de acordo com a Folha, será liderado pelos Ministério da Economia e terá a participação dos ministérios do Meio Ambiente, Turismo e Infraestrutura. A participação de diferentes pastas teria como objetivo dar segurança jurídica.

Com cronograma previsto para iniciar neste ano, os editais de chamamento para estudos deverão ser lançados já no próximo mês. A expectativa é de que as licitações para vendas das áreas de Angra, Maragogi, Cairu e região de Florianópolis sejam lançadas no primeiro semestre de 2022. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.