Bolsonaro pede à Índia para manter envio de insumos de cloroquina

Em mais uma publicação em sua conta no Twitter, o presidente disse que pediu ajuda para continuidade no fornecimento de matéria-prima para o medicamento

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado, 04, em publicação no Twitter, que pediu apoio do primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, na continuidade do fornecimento de insumos farmacêuticos para a produção da hidroxicloroquina.

Bolsonaro, assim como o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem defendido o uso da hidroxicloroquina como forma de tratamento para o novo coronavírus, apesar de ainda não haver eficácia comprovada do uso do medicamento.

No Brasil, o Ministério da Saúde aprovou protocolo de utilização apenas para pacientes hospitalizados em estado grave.

"Neste sábado, em contato com o Primeiro-Ministro da Índia, @narendramodi, solicitei apoio na continuidade do fornecimento de insumos farmacêuticos para a produção da hidroxicloroquina. Não mediremos esforços para salvar vidas", afirmou Bolsonaro, em sua conta no Twitter.

 (Twitter/Reprodução)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.