Xiaomi traz celular com bateria que dura dois dias ao Brasil

O novo Redmi 9 é um smartphone Android que tem câmera traseira tripla e uma das maiores capacidades de bateria do mercado na atualidade

A Xiaomi traz ao Brasil nesta semana o novo Redmi 9, um smartphone intermediário com bateria de 5.020 mAh, uma das maiores capacidades do mercado na atualidade. A fabricante promete duração de bateria para dois dias de uso com uma única recarga.

O celular tem sistema operacional Android, tela de 6,2 polegadas com resolução Full HD+, processador octa-core MediaTek Helio G80, 64 GB de armazenamento e 4 GB de RAM.

A câmera traseira do Redmi 9 é tripla, sendo uma delas comum (com ângulo de captura de 80 graus e 13 megapixels), uma ultra-grande angular (com 120 graus de captura e 8 megapixels) e uma macro, de 2 megapixels, para tirar fotos a 3 cm de distância.

O novo smartphone da Xiaomi compete com o Galaxy A51, da Samsung, que também conta com câmera traseira tripla e bateria com capacidade de 4.000 mAh. O preço sugerido do Redmi 9 é de 1.899 reais.

Xiaomi além do celular

A chinesa Xiaomi está no país desde 2019 e conta hoje com 22 modelos de smartphones diretentes e um total de 372 produtos, entre eles balança inteligente, patinete elétrica e pulseira para exercícios físicos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.