Vírus: sequestro de dados

Os ataques de ransomware, vírus que bloqueiam o acesso a arquivos ou sistemas até que o usuário pague um resgate, não são novidade, mas estão se tornando cada vez mais populares. Em 2016, o número de detecções desse tipo de ataque cresceu 36% em relação a 2015, chegando a 1.277 detecções por dia no mundo, segundo um estudo da companhia de softwares Symantec.

Na última sexta-feira 12, o mega ciberataque do ransomware WannaCry atingiu mais de 200.000 computadores em mais de 150 países, chamando atenção para o problema. Hackers usaram uma vulnerabilidade do sistema operacional Windows – falha que já havia sido corrigida pela empresa e demandava uma atualização do sistema – para bloquear arquivos e exigir resgates de cerca de 300 dólares em bitcoins.

O ataque se propagou rapidamente e afetou o funcionamento de fábricas da Renault, da companhia americana FedEx, do sistema bancário russo, de universidades na Grécia e na Itália e de agências governamentais chinesas. No Reino Unido, cerca de 20% do sistema de saúde pública foi atingido, afetando ambulâncias e clínicas médicas. No Brasil, computadores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo foram afetados, e servidores do Itamaraty sofreram uma tentativa de invasão. Na Petrobras, funcionários foram orientados a reiniciar seus computadores.

“Os governos do mundo devem tratar este ataque como um alerta”, escreveu o presidente e diretor jurídico da Microsoft, Brad Smith, em um blog. Segundo a Symantec, os ataques de ransomware, “devido a sua prevalência e destrutividade”, continuou a ser a “ameaça de ‘cybercrime’ mais grave” em 2016. Abaixo, saiba mais sobre o crescimento desse tipo de ataque.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.