TV paga cresce 29,5% em um ano no Brasil

De cada cem domicílios, 20,3 possuem o serviço, segundo a Anatel

São Paulo - Com 278 mil novos assinantes, o Brasil chegou a outubro de 2011 com 12,2 milhões de domicílios com TV por assinatura, segundo a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

De cada cem domicílios, 20,3 possuem o serviço. Considerando-se o número médio de pessoas por domicílio divulgado pelo IBGE (3,3 pessoas), os Serviços de TV por Assinatura são distribuídos, atualmente, para mais de 40,1 milhões de brasileiros.

O crescimento de outubro representa uma evolução de 2,34% em relação à base de assinantes junto ao mês de setembro e de 29,5% em comparação com o mês de outubro de 2010. No ano, o setor acumula um crescimento de 24,54%, com a adição de 2,4 milhões de novos assinantes.

Os serviços são prestados através de sinais codificados por diferentes tecnologias: por meios físicos (Cabo - TVC), por micro-ondas (Distribuição de Sinais Multiponto Multicanais - MMDS), por satélite (Distribuição de Sinais de Televisão e de Áudio por Assinatura via Satélite - DTH) e por utilização de canais de espectro radioelétrico (Serviço Especial de Televisão por Assinatura - TVA-UHF).

Em outubro de 2011, os prestados via satélite cresceram 3,7%, contra um crescimento de 3,6% no mês anterior. O número de assinantes que recebe os serviços via cabo cresceu 0,9% em outubro, desempenho superior ao crescimento de 0,8% registrado em setembro. As prestadoras de MMDS, por sua vez, perderam 2,2% de sua base de assinantes no mesmo período.

Os serviços por meio de DTH continuam em expansão: a participação atingiu 53,5% da base. A dos serviços a cabo representa 44,5% dos assinantes. Em dezembro de 2010, os serviços DTH representavam 45,8% do mercado nacional e os serviços prestados via cabo possuíam 51% de market share.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.