Samsung, Xiaomi e Motorola fazem piada com iPhone 12 sem carregador

Segundo a Apple, decisão foi tomada pensando no meio ambiente e na quantidade de lixo eletrônico mundial; concorrentes mandaram indiretas

O iPhone 12 não terá nem fone de ouvido e nem carregador na caixa — disse a Apple na semana passada, no evento do lançamento do novo smartphone. A decisão, segundo a empresa, foi tomada para “reduzir a quantidade de lixo eletrônico” mundial.

Aprenda como investir na Bolsa para comprar o seu iPhone 12. Comece hoje com o IniciAção!

De acordo com a Apple, há 2 bilhões de adaptadores disponíveis nas casas dos usuários, além de 700 milhões de fones de ouvido com entrada lightning (nome dado à entrada proprietária que a Apple inclui nos iPhones). A redução de espaço significaria caixas menores, mais iphones por containers, menos espaço tomado na logística. O impacto final, dados da empresa apontam, seria equivalente a menos 450.000 carros nas ruas todos os anos.

Mesmo com a justificativa, as concorrentes da Apple não perderam tempo para fazer piada com a decisão da maçã. A Samsung, por exemplo, publicou em seu perfil caribenho no Twitter uma imagem de um carregador com a legenda “incluso com o seu Galaxy” e escreveu na publicação que o smartphone da companhia “dá ao consumidor o que ele procura”. “Do mais básico, como um carregador, a melhor câmera, performance de bateria, memória e até uma tela de 120Hz em um smartphone”, escreveu a gigante sul-coreana.

Enquanto isso, a Motorola publicou em seu Instagram uma imagem de divulgação do smartphone G9 com a seguinte legenda: “O moto G9 Plus é completo e vem com tudo o que você quer e precisa. Tem superbateria de 5000 mAh e você ainda recarrega em pouco minutos com o carregador TurboPower™️ 30 W que, claro, acompanha o smartphone”.

A Xiaomi, por sua vez, fez uma publicação no Twitter minutos após o evento da Apple acabar. “#RedmiNote9Pro Carregador rápido de 33w incluso. Na caixa”, escreveu a companhia. O tuite teve 69,3 mil curtidas. Em seguida, a Xiaomi tuitou “Não apple-sível, meu amor!”, fazendo alusão, novamente, ao fato de o iPhone 12 não ter o carregador na caixa.

Segundo o site irlandês StatCounter, a Samsung é a fabricante de celulares com a maior participação no mercado, de 30,6%. A Apple, em seguida, tem quase 25% de participação. Em quarto lugar está a Huawei, com 10,6% do mercado. A Xiaomi, em quinto, tem uma fatia de 9,47%.

 (EXAME Academy/Exame)

 

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.