Primeira ligação de celular completa 40 anos

Histórica chamada entre Martin Cooper, engenheiro da Motorola e “pai” do celular, e um chefe da AT&T foi realizada nas ruas de Nova York em 3 de abril de 1973

São Paulo – Alô? Estou ligando apenas para checar se a ligação está boa. Foi assim que começou a primeira chamada de celular da história, realizada em 3 de abril de 1973 por Martin Cooper, então diretor de desenvolvimento da Motorola e considerado o pai dos telefones móveis.

Na ocasião, Cooper havia ligado das ruas de Nova York para o chefe do escritório da operadora AT&T, então rival da Motorola, para testar a qualidade da chamada do protótipo Motorola DynaTAC 8000x, e também para provocar a concorrência. O dispositivo foi primeiro telefone móvel disponível para compra pelo público e foi inventado por uma equipe liderada pelo engenheiro.

Inspirados pelos gadgets futuristas do programa de televisão Star Trek, Cooper e equipe elaboraram em menos de 90 dias um protótipo de celular que tem pouquíssimas semelhanças com os aparelhos atuais. Uma das principais diferenças é em relação às dimensões do aparelho, é claro. Quando chegou ao mercado, o 8000x contava com 33 centímetros de altura, 4,5 cm de largura, 9,5 milímetros de espessura e pesava 794 gramas.

O tijolar era capaz de armazenar até 30 números, mas sua bateria tinha autonomia para suportar apenas 60 minutos de conversação. Para recarregá-lo, contudo, eram necessárias até 10 horas de espera. Eternizado em filmes como Wall Street – Poder e Cobiça (1987) como um dispositivo eletrônico de ricos e poderosos, o 8000x custava, na época, quase 4 mil dólares. 

Confira abaixo o vídeo promocional produzido pela Motorola para o lançamento do DynaTAC 8000x.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.