Nvidia anuncia hoje nova placa aguardada por mineradores de criptomoedas

A versão de 12gb da RTX 3080 deve ser estratégica para liberar a demanda da linha anterior para os consumidores de jogos

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

Rumores indicam que a fabricante de chips gráficos Nvidia deve apresentar nesta terça-feira, 11, uma nova versão da placa de vídeo RTX 3080 com mais núcleos CUDA (para processamento) e também com mais memória (provavelmente 12 GB). Com essa potência, ela poderia ter até 20% mais performance para mineração de criptomoedas.

Apesar de parecer uma atualização pequena, a Nvidia tem apostado nos upgrades das novas e antigas linhas de chips gráficos para conseguir atender a demanda por placas para o público que joga e para os que realizam mineração. Duplicar as linhas com versões em que certos componentes ganham acréscimos, nesse caso, também pode ajudar a desafogar o setor e normalizar o preços.

Para se ter uma ideia, uma placa como a RTX 3080 atualizada deve chegar no mercado com preço próximo de 1600 dólares. No Brasil, dependendo do fabricante, a placa certamente passará do montante de 16 mil reais. Na semana passada, durante a CES, em Las Vegas, a Nvidia anunciou o seu chip mais poderoso, o RTX 3090 ti. Esse, que ainda não tem previsão de venda em solo brasileiro, é estimado em pelo menos 20 mil reais quando vendido por aqui.

Mas se o preço assusta quando se imagina a compra para apenas jogar, no caso dos mineradores de bitcoin, não há limite. No ano passado, por exemplo, a empresa americana Hut 8 Mining Corp anunciou um investimento de 170 milhões de reais somente para compra de placas da Nvidia. Logo, é fácil concluir que é esse tipo de cliente que hoje move a empresa nos lançamentos que faz.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também