Tecnologia
Acompanhe:

Nos EUA, empreendedores negros receberam apenas 1% do capital destinado às startups em 2022

Dados levantados pelo Crunchbase indicam que fundos direcionados à diversidade retrocederam no momento que o setor de tecnologia apontou para uma crise

EUA: fundadores de startups que são negros arrecadaram apenas US$ 2,254 bilhões (Thomas Barwick/Getty Images)

EUA: fundadores de startups que são negros arrecadaram apenas US$ 2,254 bilhões (Thomas Barwick/Getty Images)

A
André Lopes

6 de janeiro de 2023, 15h11

Nos Estados Unidos, fundadores de startups que são negros arrecadaram apenas US$ 2,254 bilhões, ou próximo de 1% dos US$ 215,9 bilhões do capital de risco dos EUA alocados no ano passado em jovens empresa.

LEIA TAMBÉM: Com nova avaliação de US$ 29 bilhões, ChatGPT pode se tornar a startup mais valiosa dos EUA

Os dados, levantado pelo Crunchbase, base de dados empresariais do TechCrunch, mostram ainda que o grupo também experimentou uma pequena queda se comparado ao valor de 2021, quando arrecadou o total de US$ 4,72 bilhões.

Segundo o site, quando o ambiente macroeconômico do mercado de tecnologia sinalizou uma crise, os investidores que direcionavam fundos em diversidade racial recalcularam o viés das apostas e diluíram os investimentos em outros tipos de negócios.