Mate X, o celular dobrável da Huawei que custa a partir de US$ 2.400

Lançamento do smartphone 5G Mate X foi adiado duas vezes este ano; marca é a segunda maior fabricante mundial de smartphones

Xangai — A Huawei começou nesta quarta-feira a receber encomendas de seu aguardado smartphone dobrável, conforme intensifica o marketing em seu mercado doméstico para compensar as fracas vendas no exterior em meio a sanções comerciais dos EUA.

O lançamento do smartphone 5G Mate X foi adiado duas vezes este ano, já que a Huawei, a segunda maior fabricante mundial de smartphones, foi forçada a lidar com as interrupções no fornecimento de tecnologia causadas pela inclusão na lista negra do comércio dos EUA imposta à empresa em maio.

A medida afetou as vendas de smartphones da Huawei na Europa, seu principal mercado no exterior, mas a empresa viu sua receita no terceiro trimestre aumentar 27%, graças às vendas sólidas na China e ao aumento das vendas de modelos lançados antes da proibição de maio.

O novo smartphone, um concorrente do Galaxy Fold da Samsung, será lançado oficialmente em 15 de novembro na China a preços a partir de 16.999 iuanes (2.403 dólares), disse um porta-voz da Huawei.

Seu plano de lançamento global permanece em análise, disse a Huawei.

He Gang, chefe da divisão de celulares da Huawei, disse nesta quarta-feira que a empresa já vendeu mais de 200 milhões de celulares até agora em 2019, atingindo esse marco mais de dois meses antes do que em 2018.

O 5G Mate X da Huawei iria originalmente lançar em junho, mas a empresa atrasou, dizendo que estava executando testes de certificação com várias operadoras.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.