Governo cria grupo de trabalho para combater espionagem

Grupo é formado por representantes dos mais variados ministérios e órgãos do governo e tem sete meses para apresentar o plano, depois do qual será desfeito

São Paulo - Foi publicada na última quarta, 4, portaria 124 do Gabinete de Segurança Nacional da Presidência da República que cria o Grupo de Trabalho Interministerial (GTI) com o objetivo de elaborar uma proposta de plano estratégico de aperfeiçoamento das políticas públicas voltadas à segurança e defesa cibernética.

O grupo é formado por representantes dos mais variados ministérios e órgãos do governo e tem sete meses para apresentar o plano, depois do qual será desfeito. Compete ao GTI ainda "Identificar, pesquisar, coletar, analisar, consolidar e registrar informações afetas à governança de Internet, tecnologia da informação e comunicações, com base nos processos de inteligência estratégica e de elaboração de cenários", de acordo com a portaria.

O Ministério das Comunicações será representando por Otavio Viegas Caixeta, assessor da Secretaria de Telecomunicações; a Telebras pelo diretor Paulo Kapp; e a Anatel pelo chefe da assessoria internacional, Jeferson Nacif. O grupo ainda terá representantes do Serpro, da DataPrevi, do NIC.br, além de diversos ministérios.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.