Tecnologia

Google Maps permitirá compartilhar localização em tempo real

A função poderá ser útil, por exemplo, para um usuário que quiser permitir que outros sigam o trajeto usado por ele até o destino comum

Google Maps: a empresa disse que o lançamento será realizado em breve (Justin Sullivan/Getty Images)

Google Maps: a empresa disse que o lançamento será realizado em breve (Justin Sullivan/Getty Images)

E

EFE

Publicado em 22 de março de 2017 às 14h50.

Última atualização em 22 de março de 2017 às 14h55.

Redação Central - Os usuários do Google Maps poderão compartilhar suas localizações em tempo real com qualquer pessoa que estiver acessando o serviço por dispositivos Android, em iPhones ou na web.

A novidade estará disponível no aplicativo nos próximos dias, informou o Google em seu blog oficial. Para compartilhar a informação, o usuário terá que abrir o menu do Google Maps, dar um ligeiro toque no ponto azul que mostra sua localização e depois clicar na opção para compartilhar o dado com as demais pessoas.

A localização também poderá ser enviada pelos aplicativos de mensagem instantânea com todos os contatos do Google. Para isso, o indivíduo só terá que compartilhar um link para a localização.

"Quando você compartilhar sua localização, as pessoas para as quais você escolheu enviar essa informação o verão em seus mapas. Você verá um ícone sobre a bússola de seu próprio mapa para lembrar que você está compartilhando a localização", explicou o Google.

Além disso, também é possível mudar de opinião e esconder as informações de localização em qualquer momento.

A nova funcionalidade é útil quando o usuário está a caminho de algum lugar, para quando sair de viagem, e quiser mostrar a hora aproximada de chegada para outras pessoas ou para que outros sigam o trajeto usado por ele até o destino comum.

Apesar de o Google não ter informado quando o serviço estará disponível, a empresa disse que o lançamento será realizado em breve.

Acompanhe tudo sobre:AppsGoogleGoogle MapsLocalização

Mais de Tecnologia

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft

Uber apresenta instabilidade no app nesta sexta-feira

Zuckerberg diz que reação de Trump após ser baleado foi uma das cenas mais incríveis que já viu

Companhias aéreas retomam operações após apagão cibernético

Mais na Exame