Google espera que balões de internet operem já em 2015

Companhia quer universalizar o acesso à internet com balões aerostáticos

Los Angeles - Os responsáveis do projeto de balões aerostáticos com o qual o Google quer universalizar o acesso à internet, Project Loon, esperam que o sistema esteja operacional em 2015 em "um ou vários países", segundo publicou nesta segunda-feira a revista "Wired".

O Project Loon nasceu em junho de 2013 e durante os últimos meses esteve funcionando em modo de testes em diferentes lugares do mundo.

O Google revelou hoje que recentemente aconteceu um teste em uma região do Brasil próxima ao Equador com balões capazes de transmitir sinal LTE (4G) diretamente a telefones celulares.

"Para o segundo aniversário de Loon espero que, no lugar de experimentos, tenhamos mais ou menos um grupo permanente de balões. Em um ou vários países você ligará seu telefone e estará conectado com os balões", disse o líder da divisão Google X, Astro Teller.

Os balões são capazes de voar o dobro de altitude que um avião, alheios a inclemências meteorológicas e com capacidade para fornecer uma conexão de 22 MB por segundo a uma antena em terra e 5 MB por segundo a um telefone.

Atualmente estes dispositivos aerostáticos são capazes de voar uma média de 75 dias de forma ininterrupta.

Para 2015, Teller confia que o tempo médio de voo seja de 100 dias e haja uma frota de entre 300 e 400 balões cruzando os céus do planeta.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.