Google doa 250 mil euros para Charlie Hebdo

Valor irá financiar tiragem recorde da próxima edição do semanário, com 1 milhão de exemplares

O Google irá doar 250 mil euros (cerca de 800 mil reais) para o Charlie Hebdo, semanário francês cuja redação foi atacada por terroristas na quarta-feira (7). 

O valor sairá de um fundo da empresa usado para financiar iniciativas inovadoras no jornalismo pelo mundo.

Jornais e revistas da França irão doar uma quantia semelhante ao Charlie Hebdo, que planeja lançar na semana que vem sua edição de maior tiragem: 1 milhão de exemplares.

Normalmente, a circulação do semanário é de 30 mil exemplares.

Transportadoras e gráficas também anunciaram que não irão cobrar os custos para imprimir e distribuir o semanário.

Oito membros da equipe da revista foram assassinados no ataque, que matou outras quatro pessoas.

A equipe do Charlie Hebdo pediu contribuições de jornalistas e cartunistas de toda a Europa para ocupar as páginas da próxima edição. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também