Facebook ativa verificação de segurança após atentados

A "verificação de segurança" já tinha sido ativada depois dos atentados jihadistas cometidos em Paris no dia 13 de novembro do ano passado

Washington - O Facebook ativou nesta terça-feira, após os atentados de Bruxelas que deixaram 34 mortos e 136 feridos, a função de permitir aos usuários que informem aos contatos se estão bem e a salvo.

A "verificação de segurança" já tinha sido ativada depois dos atentados jihadistas cometidos em Paris no dia 13 de novembro do ano passado e após as inundações no sul da Índia, que em dezembro deixaram 325 mortos e dois milhões de afetados.

A empresa informou em comunicado que, com esta função, mais de 950 milhões de pessoas receberam uma notificação de que seus contatos estavam bem depois desses incidentes em 2015.

Através da "verificação de segurança", o Facebook envia uma mensagem a todos os usuários da região afetada pelo problema, que são determinados pelo perfil das contas ou pela localização de sua conexão, para que confirmem a todos os contatos que estão bem.

Pelo menos 34 pessoas morreram e 136 ficaram feridas nos atentados perpetrados hoje em Bruxelas, no aeroporto de Zaventem e na estação de metrô de Maalbeek, localizada no centro da cidade.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.