EUA simulam reação a ciberataque em grande escala

Simulação vai durar 3 dias e vai mobilizar departamentos do governo, empresas privadas e até outros países
 (EXAME.com)
(EXAME.com)
D
Da RedaçãoPublicado em 29/09/2010 às 09:41.

Arlington, EUA - Especialistas dos Estados Unidos e de mais de 10 países iniciaram na terça-feira uma simulação de três dias de um ataque cibernético em grande escala contra redes públicas e privadas da internet.

A "Cyber Storm III", que simula um ciberataque contra estruturas vitais, envolve participantes de todo o mundo e é um dos maiores exercícios do tipo realizado até hoje.

Nos Estados Unidos participam os principais departamentos do governo: Comércio, Defesa, Energia, Segurança, Transporte, Tesouro, além da Casa Branca e agências de inteligência.

Também participam 11 estados americanos e representantes de 60 empresas privadas, além os governos da Austrália, Grã-Bretanha, Canadá, França, Alemanha, Hungria, Japão, Itália, Holanda, Nova Zelândia, Suécia e Suíça.

Brett Lambo, diretor do programa, destacou que a "Cyber Storm III", é "completamente simulada". "Não estamos atacando as redes reais", disse.

Leia mais notícias sobre segurança digital

Siga as notícias do site EXAME sobre Tecnologia no Twitter