• AALR3 R$ 19,60 -1.01
  • AAPL34 R$ 74,36 1.72
  • ABCB4 R$ 16,43 1.36
  • ABEV3 R$ 14,53 0.35
  • AERI3 R$ 3,81 -1.04
  • AESB3 R$ 10,67 -1.11
  • AGRO3 R$ 32,37 2.76
  • ALPA4 R$ 21,90 -0.82
  • ALSO3 R$ 19,62 0.26
  • ALUP11 R$ 26,19 0.42
  • AMAR3 R$ 2,23 3.24
  • AMBP3 R$ 29,72 4.54
  • AMER3 R$ 23,04 1.63
  • AMZO34 R$ 72,52 3.90
  • ANIM3 R$ 5,38 7.60
  • ARZZ3 R$ 82,03 2.08
  • ASAI3 R$ 15,52 1.84
  • AZUL4 R$ 20,75 11.02
  • B3SA3 R$ 11,44 -3.87
  • BBAS3 R$ 35,10 -0.17
Abra sua conta no BTG

Empresa de implante cerebral de Elon Musk recebe US$ 200 milhões do Google

Empresa mostrou resultados de protótipo no ano passado, que pode ser instalado sem necessidade de internação e tem espessura menor que a do crânio
Neuralink: dispostivo da empresa transmiste dados e impulsos cerebrais por conexão sem fio (Reprodução/Neuralink/YouTube)
Neuralink: dispostivo da empresa transmiste dados e impulsos cerebrais por conexão sem fio (Reprodução/Neuralink/YouTube)
Por Thiago LavadoPublicado em 30/07/2021 11:01 | Última atualização em 30/07/2021 11:01Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Neuralink, empresa criada de Elon Musk que desenvolve tecnologia para uma interface entre cérebro e computadores, levantou 205 milhões de dólares junto a investidores da Google Ventures, Peter Thiel's Founders Fund e o CEO da OpenAI, Sam Altman. O aporte foi liderado pela Vy Capital, baseada em Dubai.

Fundada em 2016, a Neuralink tem divulgado resultados significativos na pesquisa e desenvolvimento de equipamento para conexão do cérebro e de máquinas. Por enquanto, a empresa tem desenvolvido e testado implantes em chimpanzés e porcos, por exemplo.

A companhia está trabalhando para testar os dispositivos em humanos, especialmente pessoas com paralisia grave ou tetraplégicos, que têm dificuldade em interagir com a maioria dos dispositivos tecnológicos atuais. Ao todo, a Neuralink já captou 363 milhões de dólares.

Em agosto de 2020, a Neuralink apresentou ao público avanços em um protótipo, diminuindo o tamanho da tecnologia de implante, que poderia ser instalada mais rapidamente, sem a necessidade de hospitalização ou anestesia.

Durante a apresentação, Musk apresentou porcos para atestar a segurança da tecnologia. Um deles estava com mais de um implante, outro teve implantes removidos e foi apresentado para mostrar a reversibilidade da aplicação, que pode ser tirada ou atualizada depois. Um dos engenheiros do projeto explicou que porcos foram escolhidos por terem uma espessura semelhante à do crânio humano e um tipo membrana de cerebral parecida.

O primeiro produto da empresa, chamado N1 Link, irá transmitir dados via conexão wireless, disse Musk. "Os fundos desta rodada serão usados para levar os produtos ao mercado e acelerar pesquisas e desenvolvimento de produtos futuros.