DotPe: startup de apenas um ano recebe aporte de US$ 27 mi do Google

A startup ajuda comerciantes a se estabelecerem no mundo digital; após investimento, ela é avaliada em quase 100 milhões de dólares
 (DotPe/Reprodução)
(DotPe/Reprodução)
Por Laura PanciniPublicado em 26/03/2021 11:26 | Última atualização em 26/03/2021 14:18Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O mais novo investimento do Google na Índia é a DotPe, uma startup de um ano de idade que ajuda lojas físicas a vender para clientes online e receber pagamentos digitais. Ela recebeu 27,5 milhões de dólares (aproximadamente 156 milhões de reais) da empresa em sua rodada de financiamento da Série A.

Agora, a startup com sede em Gurgaon está avaliada em cerca de 90 milhões de dólares. Ela tenta resolver um problema comum em empresas que estão começando na Índia: conseguir se estabelecer e vender na internet.

A DotPe ajuda comerciantes a digitalizarem seus estoques em catálogos, receber visibilidade nas pesquisas do Google e disponibilizar os produtos no WhatsApp, aplicativo de smartphone mais popular no país, com mais de 450 milhões de usuários.

O diferencial da DotPe é que sua plataforma não precisa que as empresas instalem um aplicativo. Eles acumularam 5 milhões de comerciantes nos últimos seis meses, que agora recebem mais de 38% dos pedidos diários de clientes recorrentes. “Em muito pouco tempo, a DotPe adquiriu uma base comercial promissora com sua experiência de produto impecável e inovação”, disse Anirban Mukherjee, CEO da PayU Índia.

A startup foi cofundada por Shailaz Nag, ex-cofundador e diretor administrativo da PayU, fintech que permite que lojas do bairro recebam pagamentos de clientes e oferece pontos de fidelidade e descontos. “Pandemia ou não, estamos aqui para reimaginar a maneira como os negócios off-line funcionam e trazer a revolução digital para a porta de cada empreendedor”, disse Nag.

Sanjay Gupta, vice-presidente do Google na Índia, afirmou em comunicado que o investimento na DotPe "é ilustrativo da crença do Google em trabalhar com o ecossistema de startups da Índia", com objetivo de construir uma economia digital mais inclusiva.

Ano passado, a empresa-filha da Alphabet anunciou um fundo de 10 bilhões de dólares somente para a Índia, seu maior mercado de usuários. Eles já investiram em outras startups do país, como a empresa de entrega Dunzo, InMobi Group’s Glance e DailyHunt.

Com o novo capital, a DotPe afirmou que irá alcançar mais comerciantes e atender à crescente demanda no país.