Cansou do WhatsApp? Rússia revoga bloqueio ao rival do app

Telegram foi proibido em 2018, mas, dois anos depois, o jogo virou. Em abril, aplicativo tinha 400 milhões de usuários --- número que tende a aumentar agora

Em 2018 a Rússia decidiu banir de vez o aplicativo de mensagens russo Telegram, principal rival do americano WhatsApp, uma vez que o primeiro app se negou a entregar às autoridades os códigos para decifrar as mensagens dos seus usuários. A decisão gerou protestos, mas não foi revogada. Agora, dois anos depois, o país resolveu revogar o banimento. Será que se cansaram do “zap zap”? Na realidade não foi bem isso que aconteceu.

Segundo a agência de notícias Reuters a permissão do aplicativo se deu pelo fato de que o Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Meios de Comunicação de Massa (Roskomnadzor), da Rússia, o criador russo do app, Pavel Durov, está “preparado para cobater o terrorismo e o extremismo na plataforma”.

Mas outro motivo que pode ter levado à revogação da decisão de 2018 é que, mesmo com a proibição, os russos encontraram uma forma de burlar e baixar o Telegram. À época, a Rússia bloqueou serviços de VPN que o app poderia usar, segundo o site britânico The Independent. Mesmo assim, as pessoas encontraram uma forma de usar o app.

Se em 2018 o problema era não entregar as mensagens dos usuários, dois anos depois parece que o jogo virou. E os russos finalmente vão poder voltar a ter mais uma opção para bater papo na web.

Em abril, o Telegram tinha 400 milhões de usuários. Agora que vai voltar ao seu país de origem, o número tende a aumentar.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.