A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Asus Fonepad

logo-infolab

Avaliação de Airton Lopes / Mesmo enfrentando concorrentes com chips de dois e de quatro núcleos, o Fonepad equipado com um processador Intel Atom single core merece respeito. Na maior parte do tempo, o tablet da Asus com tela de 7 polegadas responde aos comandos com agilidade. Nos testes, a lentidão só apareceu ao lidar com elementos gráficos pesados na web. Vídeos em 1.080p rodaram sem dificuldades. Porém, a compatibilidade de formatos suportados é pequena.  Dos arquivos experimentados, apenas vídeos em MPEG-4 eMKV, mas sem suporte à trilha sonora em DTS, foram executados pelo player nativo do Fonepad.

A autonomia de 7 horas e 22 minutos é uma das melhores da categoria. Entre os tablets de 7 polegadas que passaram pelo INFOlab, somente a bateria do Nexus 7, fabricado pela Asus para o Google, durou mais, resistindo 9 horas e 15 minutos. Com a ajuda de um cartão microSIM 3,5 G, o Fonepad navega na internet sem depender do Wi-Fi e pode ser usado como um celular gigante para fazer ligações e enviar SMS.

Vídeo

http://videos.abril.com.br/info/id/9e75d40d3607830ba461f445df00cd9d

Avaliação de Cauã Taborda / Misturando tablet com smartphone, o Asus Fonepad tem a difícil missão de fazer o usuário deixar o telefone em casa e carregar um só gadget. Para executar essa façanha, esse aparelho de 7 polegadas se aproxima muito mais dos smartphones. Isso se evidencia pelo layout escolhido para o Android 4.1 que, ao contrário do apresentado em tablets, traz os botões nas mesmas posições que os smartphones, com uma barra inferior de acesso rápido com quatro atalhos e um botão principal para acessar todos os aplicativos.

Foto por: INFO

As modificações feitas pela Asus, que são estéticas e um tanto singelas, se limitam a atalhos na central de notificações e alterações no menu de configurações do sistema. Há também layout personalizado para ícones de aplicativos e uma seleção de apps da própria Asus. São eles:

Asus Splendid - um aplicativo de calibragem de tela similar ao encontrado nos notebooks da Asus. Permite mudar a temperatura, o tom e a saturação das cores; Asus Story: aplicativo para reunir fotos e vídeos do tablet em albuns interativos; 

Asus Studio, aplicação de edição simples de imagem. Tem filtros de cor, permite desenhos e anotações, mistura fotos diferentes; 

Audio Wizard - equalizador de som com seis perfis pré-configurados (Neutro, Fala, Filme, Jogos, Música e Gravação); 

Dicionário de Inglês simples que também exibe artigos das palavras na Wikipédia (não faz tradução); 

Dicionário Instantâneo - provavelmente o aplicativo mais interessante. Funciona como uma barra lateral com um botão que flutua sobre quase todas as telas do Android (na Home, por exemplo, ela é desligada). Ao apertar o botão, o usuário aciona uma ferramenta de seleção de texto. Ao selecionar uma palavra ou uma frase, um pop-up com a tradução aparece com a possibilidade de fazer text-to-speech. A tradução do inglês para o português não é perfeita, mas é boa. Traduz apenas o inglês para 39 idiomas; 

Asus Webstorage - armazenamento na nuvem com 5 GB grátis (permite alguma edição basica de arquivos Office online);

Mybitcast – uma espécie de Evernote da Asus, com anotações na forma de textos, fotos e voz;

Foto por: INFO

Tela e câmeras

A tela de 7 polegadas do Fonepad conta com resolução de 1.280 por 800 pixels e um nível mediano de brilho. Há uma tendência à saturação dos tons quentes. Mesmo alterando a temperatura da imagem para os tons frios, há certa predominância dos tons vermelhos e alaranjados. Para tornar o uso da tela agradável em ambientes externos, principalmente em dias ensolarados, é necessário recorrer aos ajustes manuais. Por ser um painel IPS, oferece bons ângulos de visão. A resposta aos toques é boa mesmo nos cantos da tela.

As duas câmeras (traseira de 3 MP e frontal de 1,2 MP) fazem fotos de qualidade sofrível. Com poucas opções de ajuste e resultado final abaixo do esperado, servem como um quebra-galho nas videochamadas ou para aplicações de realidade aumentada, mas vão decepcionar os aficionados por Instagram. A duas câmeras gravam vídeos em 720p, mas a qualidade é baixa, principalmente nas cenas com muito movimento.

Construção

Seguindo a linha de design do Nexus 7, o Fonepad é um gadget bonito. A tela é emoldurada por um plástico preto, que dá uma boa área para as mãos, evitando toques indesejados. A traseira leva acabamento metálico, com uma porção superior removível em plástico. Ela dá acesso aos cartões microSIM e microSD (até 32 GB).

Em uma mesma lateral estão a alavanca de volume e o botão dedicado a bloquear/desbloquear a tela. Na parte superior há uma entrada P2 para fone de ouvido e, na face inferior, um conector microUSB para transferência de dados e recarga da bateria. 

Medindo 19,5 por 12 por 1,1 cm, o Fonepad é um tablet de 7 polegadas bem leve. São 316 g. Para um smartphone, no entanto, o desconforto surge na hora de suprir a função básica desses gadgets: fazer e receber ligações. A caixa de som dedicada a essa função foi posicionada na parte superior do tablet, como em um smartphone comum. Seu volume não é dos mais satisfatórios. Além de ser absurdamente estranho levar um tablet de 7 polegadas às orelhas, a tela entra em contato com o rosto na maioria dos casos. A ausência de uma boa cobertura oleofóbica torna as marcas de dedo e rosto constantes e não muito simples de remover. Uma solução é adotar um headset bluetooth. Infelizmente a Asus não inclui um dispositivo no pacote.

Desempenho

O Fonepad é o primeiro tablet rodando um processador Atom a chegar ao mercado brasileiro. O modelo escolhido é o Z2420, com um único núcleo de 1,2 GHz. Em nossos testes, o Fonepad encarou as tarefas do dia a dia sem nenhum problema. Só observamos lentidão para carregar sites com muitos elementos gráficos. Games mais pesados também podem travar com as opções gráficas no máximo. A memória RAM de 1 GB dá conta da execução de aplicações simultâneas.

O armazenamento interno de 16 GB pode ser expandido pelo cartão microSD, uma grande vantagem em relação ao Nexus 7, da própria Asus. Além da conectividade 3,5 G (HSPA+), o tablet conta com Wi-Fi b/g/n, Bluetooth 3.0 e GPS com GLONASS.

Ficha técnica

Tela 7
Processador Intel Atom Z2420 1,2 GHz
Armazenamento 16 GB + microSD
Conexão 3,5G (HSPA+), Wi-Fi e Bluetooth
Peso 316 g
SO Android 4.1
Duração de bateria 7h22min

Avaliação técnica

Prós Faz ligações; duração da bateria; boa construção; aplicativo de tradução;
Contras Qualidade das câmeras; não tem saída HDMI;
Conclusão Gadget para quem quer mesclar smartphone e tablet em um aparelho confiável, mas está ciente de suas limitações.
Configuração 7,9
Usabilidade 8
Bateria 7,8
Design 7,7
Média 7.9
Preço R$ 1.099

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também