Apple busca reduzir defasagem entre Índia e China com iPhone 14

A empresa comandada por Tim Cook precisa de alternativas em meio a tensões entre o governo de Xi Jinping e os EUA
Apple na China: o país comunista é o principal centro produtivo da Apple (HECTOR RETAMAL/Getty Images)
Apple na China: o país comunista é o principal centro produtivo da Apple (HECTOR RETAMAL/Getty Images)
B
Bloomberg

Publicado em 23/08/2022 às 11:10.

Última atualização em 23/08/2022 às 12:10.

A Apple planeja começar a fabricar o iPhone 14 na Índia cerca de dois meses após o lançamento inicial do novo aparelho na China, o que diminui a defasagem entre os dois países sem eliminá-la completamente, como alguns previam.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

A empresa tem trabalhado com fornecedores para acelerar a fabricação do novo iPhone na Índia e diminuir o atraso na produção, que foi de seis a nove meses em lançamentos anteriores, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

A Apple, que há muito tempo fabrica a maioria dos iPhones na China, busca alternativas em meio a tensões entre o governo de Xi Jinping e os EUA, e bloqueios que interromperam a atividade econômica em todo o país.

Analistas como Ming-Chi Kuo, da TF International Securities, esperavam que a Apple enviaria o próximo iPhone de ambos os países aproximadamente ao mesmo tempo, o que teria sido um marco significativa em seus esforços para diversificar sua cadeia de suprimentos e criar redundância.

A Foxconn, principal fabricante de iPhones, estudou o processo de envio de componentes da China e montagem do iPhone 14 em sua fábrica nos arredores da cidade de Chennai, no sul da Índia, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas porque o processo é confidencial. Isso incluiu procurar maneiras de manter os altos padrões de confidencialidade da Apple.

Mas a Apple e a Foxconn acabaram concluindo que o início simultâneo da produção na Índia e na China não seria realista este ano, embora continue sendo um objetivo de longo prazo, disseram as pessoas.

Os primeiros iPhone 14 da Índia provavelmente serão concluídos no final de outubro ou novembro, após o lançamento inicial em setembro, disseram. Uma meta ambiciosa seria o festival Diwali que começa em 24 de outubro, disse uma pessoa.

A Índia tem procurado se promover como uma alternativa em um momento em que os bloqueios contra covid-19 e sanções dos EUA colocam em risco a posição da China como polo industrial do mundo.

A montagem de iPhones geralmente envolve a coordenação entre centenas de fornecedores, cumprimento de prazos e controles de qualidade rígidos da Apple.

Algumas pessoas dentro da Apple e da Foxconn esperavam iniciar a produção simultânea na Índia este ano, mas esse nunca foi um plano oficial. Para garantir um lançamento tranquilo, a Apple queria se concentrar em acelerar as operações na China primeiro e depois trabalhar na produção da Índia, disse uma das pessoas.