Amazon quer se tornar sua rádio favorita

Amazon estaria em negociações com grandes gravadores para iniciar um serviço de straming de músicas, diz Recode
Amazon Prime: além de entregas rápidas e desconto, Jeff Bezos quer oferecer músicas (Getty Images)
Amazon Prime: além de entregas rápidas e desconto, Jeff Bezos quer oferecer músicas (Getty Images)
V
Victor CaputoPublicado em 28/02/2014 às 10:12.

São Paulo – A Apple transmite músicas com o iTunes Radio, o Google com o Google Play Music All Access e a Microsoft com o Xbox Music. A grande pergunta é: e aí, Amazon?

A empresa de Jeff Bezos já faz streaming de filmes e séries de televisão nos Estados Unidos para assinantes do seu pacote premium usando o Amazon Instant Video. Aparentemente, outro importante nicho de consumo de mídia não explorado por eles são as músicas.

Isso está perto de chegar ao fim. A Amazon estaria trabalhando com empenho em negociações com grandes gravadoras, de acordo com o site Recode. As negociações estão acontecendo há meses. O motivo para elas não terem sido concluídas ainda é porque a Amazon estaria pedindo para pagar um valor muito abaixo do que as outras empresas que já fizeram esses acordos pagam.

O mercado de streaming de músicas está bem cheio. Além das grandes empresas comentadas na abertura deste texto, Spotify, Rdio, Pandora, Grooveshark, entre outras disputam os assinantes.

A Amazon pode encontrar uma aproximação diferente nessa disputa, no entanto. Caso o streaming de música seja associado à assinatura do Amazon Prime, os usuários não estariam pagando apenas por música. Filmes, séries, descontos no site, entrega mais rápida estariam somadas ao stremaing de músicas em um grande pacote.

O usuário pode achar mais vantajoso cancelar uma assinatura do Spotify, por exemplo, e pagar um pouco mais por um pacote da Amazon. Em sua reportagem, o Recode também comenta que a Amazon vem pensando em elevar a assinatura do Amazon Prime de 79 dólares por ano para 119 dólares anuais.