Advogado indiano ameaça processar WhatsApp por causa de emoji

Emoji ofensivo seria proibido no país, já que pode ser enviado e exibido a mulheres, contrariando a lei

São Paulo – Um advogado indiano está ameaçando processar o WhatsApp por um motivo peculiar: a existência de um emoji com o dedo do meio levantado.

Gurmeet Singh, o advogado, deu prazo de 15 dias ao aplicativo antes que ele tome providências legais. Ele afirma que o emoji de dedo do meio é, além de ofensivo, um “gesto altamente agressivo, invasivo, obsceno e lascivo”, noticiou o site News 18.

Ele argumenta que isso faz do emoji algo ilegal. De acordo com a legislação indiana, exibir gestos obscenos e lascivos a mulheres é ilegal.

O site Cnet observa que o app sofreu reveses recentes no país. Uma corte indiana decidiu que materiais falsos disseminados em grupos de WhatsApp podem levar à prisão dos administradores dos grupos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.