• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Cooperativas suportam baque da pandemia e crescem na adversidade

As cooperativas cresceram, mesmo na pandemia. Entre as maiores do país, nenhuma teve queda na receita
 (Divulgação/Franco Hoff)
(Divulgação/Franco Hoff)
Por Ivan PadillaPublicado em 20/10/2021 22:00 | Última atualização em 22/10/2021 15:48Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Um dos motores da economia brasileira, em particular aquela impulsionada pelo agronegócio no interior do país, o cooperativismo mostrou estar preparado para suportar baques do tamanho de uma pandemia — e crescer no cenário adverso. Em meio ao choque causado pela pandemia, as maiores cooperativas do Brasil seguiram com o pé no acelerador.

Vide o caso da ­Coamo, fundada em 1969 por um grupo de agricultores de soja de Campo Mourão, no interior paranaense e hoje um negócio com mais de 7.000 cooperados em três estados. Em 2020, a cooperativa faturou 19,2 bilhões de reais — 44% acima do ano anterior. O desempenho fez a Coamo consolidar-se como a 41a maior empresa no ranking MELHORES E MAIORES. Na lista das 24 maiores cooperativas do país, nenhuma teve queda nas receitas em 2020.