PGBL ou VGBL: qual o melhor plano de previdência privada?

O PGBL e VGBL são investimentos bastante conhecidos pelos brasileiros que procuram complementar sua renda no futuro. Mas afinal, qual das opções escolher?

Se você chegou neste artigo é porque provavelmente está com dúvidas sobre qual tipo de previdência privada é melhor para investir.

O PGBL e VGBL são investimentos bastante conhecidos pelos brasileiros que procuram meios de complementação da renda no futuro. Mas afinal, qual das opções escolher?

Abaixo você vai entender como funciona cada uma dessas previdências, além de conhecer suas principais características.

O que é PGBL?

Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) é um dos principais tipos de previdência privada ofertadas no Brasil.  Este investimento costuma ser oferecido pelos bancos, corretoras, seguradoras e instituições financeiras.

Normalmente, a previdência privada PGBL é escolhida pela pessoa que faz a declaração do Imposto de Renda completa e contribui regularmente para a previdência social.

Por ser um plano de previdência aberto, qualquer pessoa pode fazer aportes. Diferente dos planos fechados, que são oferecidos apenas pelas empresas para os seus funcionários em regime de contratação celetista.

O investimento em previdência privada possui bons resultados tributários em situações em que o dinheiro fica aplicado por muito tempo. Por isso, o PGBL é indicado para as pessoas que estão planejando aposentadoria ou estão construindo uma poupança para os filhos pequenos.

O que é VGBL?

O Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) é um outro tipo de previdência privada comercializado em território nacional. Ele funciona como um seguro de vida que também possui cobertura por sobrevivência.

Esta modalidade de previdência é indicada para as pessoas que fazem a declaração simplificada do Imposto de Renda, ou desejam investir mais do que 12% da renda bruta anual tributável.

Uma das vantagens do VGBL é que o imposto é calculado apenas sobre o ganho de capital. Suponhamos que você realizou um investimento no valor de R$50 mil reais e conseguiu um rendimento no último ano de R$550. Então, o imposto vai incidir apenas sobre o valor de R$550 e não sobre o montante total.

Período de carência e resgate do PGBL e VGBL

Todo plano de previdência privada possui como regra um prazo mínimo de carência que será apresentado no ato da contratação. Este período fica registrado no contrato e o investidor precisa respeitar este prazo para realizar o resgate ou comunicar a portabilidade.

Na maioria das vezes, a carência da previdência privada é de:

  • No mínimo 60 dias para as operações de resgate.
  • No máximo 24 meses para as operações de resgate.

Portanto, não se esqueça de avaliar essas exigências do título ofertado na instituição financeira escolhida. O ideal é que seja feita a leitura do contrato antes de assinar, assim você evita surpresas desagradáveis.

VGBL e PGBL: conheça as tributações

Tanto no VGBL, quanto no PGBL, existem três taxas: de administração, de carregamento e o Imposto de Renda. Sendo que, as duas primeiras taxas são cobradas pelo banco ou instituição financeira, e a terceira, pelo governo.

A taxa de administração é um valor cobrado sobre o total investido, enquanto a taxa de carregamento incidirá sobre cada aplicação realizada para a previdência privada.

Já a cobrança do Imposto de Renda é feita apenas sobre a rentabilidade final da aplicação e funciona conforme a porcentagem tributada pela tabela, que pode ser regressiva ou progressiva.

Na tabela regressiva, a tributação diminui conforme o tempo do dinheiro aplicado. Enquanto na tabela progressiva, as alíquotas vão aumentando e não possui ligação com o prazo da aplicação, mas sim, ao montante anual investido.

Confira abaixo a tabela regressiva e progressiva da tributação do IR na previdência:

Tabela regressiva

Tempo

Tributação (%)

Até 2 anos

35%

De 2 a 4 anos

30%

De 4 a 6 anos

25%

De 6 a 8 anos

20%

De 8 a 10 anos

15%

Acima de 10 anos

10%

 

Tabela progressiva

Aplicação

Tributação (%)

Até R$ 22.847,76

Do valor anterior até R$ 33.919,80

7,5%

De R$ 33.919,92 até R$ 45.012,60

15%

De R$ 45.012,72 até R$ 55.976,16

22,5%

Acima de R$ 55.976,16

27,5%

Portabilidade da Previdência Privada

É possível solicitar a portabilidade da previdência privada, desde que seja respeitado alguns critérios. Primeiramente, o investidor precisa obedecer ao prazo de carência estipulado pelo banco ou instituição financeira.

Outro ponto interessante sobre a portabilidade, é que não é possível mudar o tipo de plano. Isto é, você não pode pedir a portabilidade de um VGBL para um PGBL.

Por fim, não é possível fazer a troca da tabela de tributação do Imposto de Renda. Se a sua previdência privada está ligada na tabela regressiva, então na portabilidade é preciso permanecer com a mesma forma de incidência do IR.

Caso seja do seu interesse o pedido de portabilidade, a dica é que seja feito um estudo sobre as regras do plano contratado. Assim, você evita surpresas e situações indesejadas.

VGBL x PGBL – qual vale a pena investir?

Apesar de todas as explicações sobre o que é VGBL e PGBL, quando chega o momento para decidir qual a melhor previdência privada, algumas pessoas ficam indecisas e não sabem o que fazer.

Além de todo estudo sobre os investimentos, é primordial que se faça a escolha certa sobre a instituição financeira. Através das suas dúvidas e inseguranças, esta empresa pode te direcionar sobre qual a melhor previdência privada ou se existe outro investimento que se adeque melhor aos seus objetivos e perfil de investidor.

E não se esqueça: na previdência privada, quanto mais cedo você começar, melhor!

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.