Whindersson Nunes revela prêmio milionário de luta contra Popó de Freitas

Comediante e ex-campeão mundial de boxe vão lutar este ano nos Estados Unidos
Whindersson Nunes revela quanto ele e Popó podem receber com luta de exibição nos EUA (Youtube/Reprodução)
Whindersson Nunes revela quanto ele e Popó podem receber com luta de exibição nos EUA (Youtube/Reprodução)
D
Da RedaçãoPublicado em 30/09/2021 às 11:08.

O comediante Whindersson Nunes revelou o valor da premiação do confronto conta Popó de Freitas, ex-campeão mundial de boxe. O evento não tem data definida, mas deve acontecer entre outubro e novembro deste ano nos Estados Unidos.

No podcast '18k', Whindersson afirmou que ele e Popó podem receber até 12 milhões de reais pela disputa. Ele também explicou que, por ser um luta amistosa de boxe, a intenção é chegar ao último round e não nocautear o oponente.

"Vale quase R$ 12 milhões. Se der tudo certo, porque o americano tem o estilo dele. Se o evento não rola, não tem pagamento. É assim que funciona. Se rolar, no outro dia está na sua conta", contou o comediante.

"Vai ser uma luta exibição, que não tem ganhador. Popó é um tetracampeão mundial. Se ele quiser acabar com a luta com dois rounds, ele acaba. Eu sou estreante e sou novo, mas treino há muito tempo, então de repente entra uma mão, Popó dá uma balançada", completou.

"A luta é valendo, mas tentando ninguém nocautear ninguém e chegar ao final rendendo o show, ir até o último round. A ideia é estar preparado bem fisicamente para quando acabar a galera achar que ainda aguentaria mais cinco rounds", completou Whindersson.

As lutas de exibição estão cada vez mais frequentes — e movimentam milhões. Tido como um dos melhores boxeadores da história, o campeão Floyd Mayweather Jr. enfrentou em junho deste ano o youtuber de 25 anos Logan Paul em em Miami, nos Estados Unidos.

Paul afirmou ao site TMZ que ele poderia faturar 20 milhões de dólares com a luta. Circula na imprensa americana que os dois teriam participação nas vendas de assinaturas pay-per-view da luta, que custam 50 dólares nos Estados Unidos.