RIP Internet Explorer: Aposentado pela Microsoft, navegador ganha lápide na Coreia do Sul

Um engenheiro de software sul-coreano gastou cerca de 300 dólares para construir a lápide que marca os 27 anos de existência do programa
Fim do Internet Explorer: sul-coreano gastou cerca de 300 dólares para construir a lápide que marca os 27 anos de existência do programa (Cortesia de Kiyoung Jung/AFP)
Fim do Internet Explorer: sul-coreano gastou cerca de 300 dólares para construir a lápide que marca os 27 anos de existência do programa (Cortesia de Kiyoung Jung/AFP)
M
Mariana DesidérioPublicado em 19/06/2022 às 17:04.

Um engenheiro de software sul-coreano decidiu erguer uma lápide para o Internet Explorer, o navegador odiado por muitos usuários e que foi aposentado pela Microsoft no dia 15 de junho, após 27 anos de sua criação.

Jung Ki-young gastou cerca de 300 dólares para desenhar e construir a lápide que marca os 27 anos de existência do programa, segundo informações da Reuters.

Na pedra é possível ver o logo do navegador e a frase “Foi uma boa ferramenta para baixar outros navegadores”.

A lápide foi instalada em um café gerenciado pelo irmão de Jung na cidade de Gyeongju, no sul do país. Fotos da lápide viralizaram nas redes sociais.

O Internet Explorer foi lançado em 1995, mas foi perdendo espaço para outros navegadores como o Google Chrome, mais rápido que o seu rival. A recomendação da Microsoft é que os usuários usem seu novo navegador, o Edge.