Rei Charles III proíbe iguaria nas residências reais; entenda

Diferente de seu filho Charles, a rainha Elizabeth II, que faleceu em 8 de setembro, gostava de fois gras e o comeu em um jantar de Estado em 2014 em Paris com o então presidente francês, François Hollande
Fois gras: Iguaria típica da França, mas, que gera polêmica em todo o mundo devido ao seu método de produção (Matthew Horwood/Getty Images)
Fois gras: Iguaria típica da França, mas, que gera polêmica em todo o mundo devido ao seu método de produção (Matthew Horwood/Getty Images)
A
AFPPublicado em 18/11/2022 às 20:02.

O rei Charles III proibiu o fois gras nas residências reais do Reino Unido, segundo uma carta da Casa Real britânica enviada à associação de defesa dos animais Peta.

Charles III, que milita pela proteção do meio ambiente, uma agricultura responsável e a luta contra a mudança climática, há tempos se opõe ao fois gras, uma iguaria típica da França, mas que gera polêmica em todo o mundo devido ao seu método de produção, que envolve a hipertrofia do fígado de ganso ou pato.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

"Muito obrigado por sua carta sobre o respeito às questões éticas do fois gras", escreveu o chefe da Casa Real, Tony Johnstone-Burt, em nota dirigida à associação People for the Ethical Treatment of Animals (Peta).

(AFP/AFP Photo)

"Posso confirmar que a Casa Real não compra fois gras nem o serve em suas residências reais, tampouco está previsto que esta política mude", acrescentou Johnstone-Burt na carta, datada de 10 de novembro.

O palácio de Buckingham não quis comentar esta informação.

Diferente de seu filho Charles, a rainha Elizabeth II, que faleceu em 8 de setembro, gostava de fois gras e o comeu em um jantar de Estado em 2014 em Paris com o então presidente francês, François Hollande.

LEIA TAMBÉM: