Pop

Novo chefe de filmes da Netflix quer mudar 'estilo' das produções e pagamento a estrelas

Novo chefe de filmes da plataforma veio da Warner e produziu sucessos para a Disney

Ideia agora na Netflix é produzir filmes melhores, mais baratos e menos frequentes (Bauer-Griffin/Getty Images)

Ideia agora na Netflix é produzir filmes melhores, mais baratos e menos frequentes (Bauer-Griffin/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 15 de abril de 2024 às 17h01.

Última atualização em 15 de abril de 2024 às 17h01.

O novo chefe de filmes da Netflix, Dan Lin, assumiu o cargo no início do mês e já começou a fazer mudanças. Ele demitiu cerca de 15 pessoas do grupo executivo de criação de filmes, incluindo um vice-presidente e dois diretores, reorganizando seu departamento de filmes por gênero e não por nível de orçamento. Lin também indicou que a Netflix não é mais apenas o lar de filmes de ação caros com grandes estrelas de cinema, como "Agente Oculto", com Ryan Gosling e Chris Evans, ou "Alerta Vermelho", com Ryan Reynolds, Gal Gadot e Dwayne Johnson.

De acordo com o New York Times, a ideia de Lin é melhorar a qualidade dos filmes e produzir um espectro mais amplo de produções - em diferentes níveis de orçamento - para  atrair interesses variados dos 260 milhões de assinantes da Netflix. Ele também mudará as fórmulas de pagamento das estrelas, o que significa que não haverá mais enormes acordos iniciais.

Agora que a Netflix emergiu como a plataforma de streaming dominante, ela não precisa mais pagar caro para atrair cineastas de renome como Martin Scorsese, Alfonso Cuarón e Bradley Cooper. Também ajuda o fato de que alguns dos grandes estúdios estão novamente permitindo que seus filmes sejam exibidos na Netflix pouco tempo depois de serem lançados nos cinemas, fornecendo mais conteúdo para atrair assinantes. A lista mais recente dos 10 filmes em inglês mais assistidos no serviço apresentava seis longas produzidos fora da plataforma.

Ainda segundo o Times, sob o comando de Lin, que já dirigiu a produção da Warner Bros. e produziu sucessos como "Aladdin" para a Disney e as franquias de filmes "It" e "Lego", o objetivo é tornar os filmes da Netflix melhores, mais baratos e menos frequentes. Lin quer que sua equipe se torne mais agressiva - desenvolvendo material próprio em vez de esperar que os projetos de produtores e agentes cheguem até eles. Essa abordagem deve ajudar a equipe de Lin a ter mais controle sobre a qualidade dos filmes.

A Netflix estava reconsiderando sua estrutura de remuneração antes da chegada do executivo. Desde que a empresa começou a compartilhar métricas de desempenho no ano passado, passaram a existir dentro da empresa discussões sobre o pagamento de cineastas e atores baseado no desempenho de um filme, semelhante à forma como estúdios tradicionais recompensam os artistas quando os filmes têm bom desempenho nas bilheterias.

No entanto, essa abordagem mais econômica dos orçamentos, juntamente com a aversão da Netflix ao lançamento de filmes nos cinemas, fez com que alguns produtores e agentes de Hollywood reclamassem que o serviço de streaming não é mais a principal opção quando tentam encontrar um distribuidor para seus filmes.

Acompanhe tudo sobre:Netflix

Mais de Pop

Morre jornalista Claudio Vieira, referência no Carnaval do Rio

Quando é o C6 Fest? Veja datas e horários dos shows

C6 Fest: ingressos, line-up, horários e tudo o que você precisa saber sobre o evento

Quando é o Corpus Christi? Saiba se a data é feriado nacional ou ponto facultativo

Mais na Exame