Após luta contra Popó, Whindersson pensa em se aventurar em outro esporte

O humorista enfrentou o tetracampeão mundial. Popó dominou luta, mas o resultado oficial da exibição foi empate
Whindersson Nunes: O humorista também fez uma série de Stories no Instagram para agradecer o apoio que recebeu e dizer que o objetivo do evento foi cumprido (Instagram/Divulgação)
Whindersson Nunes: O humorista também fez uma série de Stories no Instagram para agradecer o apoio que recebeu e dizer que o objetivo do evento foi cumprido (Instagram/Divulgação)
D
Da RedaçãoPublicado em 31/01/2022 às 13:11.

Depois de lutar contra tetracampeão de boxe Acelino "Popó" Freitas no Fight Music Show, na noite do último domingo, 30, o comediante e youtuber Whindersson Nunes disse que está realizado e que teria o desejo de se aventurar em um novo esporte.

Durante a madrugada, o comediante publicou no Twitter que acha que quer correr na Fórmula 1

Whindersson também fez uma série de Stories no Instagram para agradecer o apoio que recebeu e dizer que o objetivo do evento foi cumprido.  "Cheguei, um pouco avariado. Muito mais do que em cima do ringue, muito mais do que trocar murro, falei mil vezes que a intenção disso não era mostrar que era melhor do que o tetracampeão mundial. E, sim, realizar, fazer o evento. E eu tô realizado. Realizado", afirmou.

O youtuber ainda brincou sobre os próximos planos. "Meus netos vão falar: 'Meu deus, meu avô era doido'. E sou mesmo. Qual a próxima coisa que eu vou fazer? The Voice? Quem sabe", disse o humorista de 27 anos.

Conforme prometido, ele disse que iria comer o "cento de salgado". "Meu peso é 86kg, tive que baixar para 75kg por causa do Baixinho. Agora vou comer minhas coxinhas". O excesso contrasta com a privação dos últimos dias: ele consumiu pouca água e pouca comida para conseguir chegar aos 75 quilos para a qualificação para o embate.

A luta, que aconteceu em Balneário Camboriú, num esquema que mistura entretenimento e esporte, com shows e combates no ringue, foi dominada por Popó, aposentado desde 2017. O boxeador acabou com o youtuber e quase levou o piauiense ao chão no sexto round. Para celebrar o clima de festa, o resultado oficial foi empate. O evento contou com outros combates, como Esquiva Falcão contra o ex-BBB Yuri Fernandes.

Se há motivo para Whindersson ao menos sorrir ao fim da luta foi o valor arrecadado. Em entrevista ao podcast Podpah, o humorista contou que a premiação do combate renderá 12 milhões de reais aos dois. Já a organização do evento Fight Music Show revelou que foram vendidas 200 mil cotas de pay per view, resultando em um lucro próximo de 13 milhões de reais.

O duelo até pouco tempo atrás seria considerado improvável, mas já faz parte de uma transformação pela qual passa o mundo das lutas, como retratamos nesta reportagem. Esse universo, antes restrito apenas a pugilistas profissionais, ganhou a presença de um tipo novo de atleta: os youtubers.