Negócios

WebJet reduz índice de voos cancelados para 9%

Empresa aérea está impedida até esta sexta de vender passagens a clientes

Avião da Webjet: cancelamentos existem, mas nesta sexta são poucos (.)

Avião da Webjet: cancelamentos existem, mas nesta sexta são poucos (.)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h41.

São Paulo - A WebJet, quarta maior companhia aérea do país, reduziu o índice de voos cancelados para 9,1 por cento na manhã desta sexta-feira. 

Hoje é o ultimo dia da proibição que impedia a empresa de vender passagens desde segunda-feira.

De acordo com dados da Infraero, estatal que administra os aeroportos do país, a WebJet tinha cancelado dois voos até as 8h de um total de 22 programados para o horário. No início da semana, os índices de cancelamentos da empresa foram de cerca de 50 por cento.

Enquanto isso, a Gol, segunda maior do setor, exibia índice de 6,3 por cento com 12 voos cancelados, de um total de 192 previstos, e a TAM, tinha índice de 7 por cento, com 12 voos cancelados em 172.

Em comunicado divulgado na noite de quinta-feira, a WebJet garantiu que a situação da empresa nesta sexta-feira estaria "plenamente normalizada, devido ao fato de que, com a mudança de mês, a empresa pode novamente contar com todas as suas equipes de tripulantes, bem como com novas equipes que estavam em treinamento e que começarão a voar em outubro".

Leia mais sobre Aviação

Acompanhe as notícias de Negócios no Twitter

Acompanhe tudo sobre:AnacAviaçãoAviõesPrejuízoSetor de transporte

Mais de Negócios

Com nova fábrica, Gelato Borelli vai triplicar produção e planeja faturar R$ 360 milhões em 2024

A aposta de R$ 500 milhões de uma varejista gaúcha para fazer o maior complexo logístico do RS

'Jurassic Park' brasileiro anuncia novos parques depois de crescer 893% em 2023

Das dívidas aos bilhões: como a Marvel fugiu do colapso com uma estratégia financeira que mudou tudo

Mais na Exame