United espera impacto de US$105 mi no 2º tri com céus abertos no Brasil

Valor das rotas foi impactado porque acordo de céus abertos entre Brasil e EUA remove exigências de reciprocidade para voos entre os países

A United Airlines afirmou nesta sexta-feira que espera registrar um impacto contábil de 105 milhões de dólares no segundo trimestre decorrente da entrada em vigor do acordo de céus abertos entre Brasil e Estados Unidos.

A United afirmou que o valor das rotas no Brasil foi impactado porque o acordo remove exigências de reciprocidade para voos entre os dois países e não reflete qualquer declínio no tráfego de passageiros.

A United publica seus resultados de segundo trimestre em 17 de julho, após o fechamento dos mercados.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.