Twitter cortará 8% de sua força de trabalho global

O Twitter disse que demitirá até 336 funcionários, ou 8 por cento de sua força de trabalho global, como parte de um plano para dar mais eficiência às suas operações.

As demissões ocorrerão cerca de uma semana depois do serviço de microblogs indicar seu cofundador Jack Dorsey como presidente-executivo permanente.

O Twitter disse esperar ter gastos de 10 milhões a 20 milhões de dólares com as demissões e de 5 milhões a 15 milhões de dólares em custos de reestruturação.

A companhia está trabalhando para retomar o crescimento após resultados em julho mostrarem um aumento mais lento da média de usuários mensais desde que a companhia abriu capital em 2013.

A empresa publicará resultados de terceiro trimestre em 27 de outubro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.