Telefónica México foca em celular para competir com Slim

Companhia tenta capitalizar mudanças regulatórias no país e tomar fatia de mercado das empresas do bilionário Carlos Slim

Cidade do México - A unidade mexicana da espanhola Telefónica disse nesta terça-feira que irá focar na expansão de seu negócio de celular mais do que em adicionar novos serviços, enquanto tenta capitalizar mudanças regulatórias no país e tomar fatia de mercado das empresas do bilionário Carlos Slim.

O México passa por mudanças no setor de telecomunicações, dominado por Slim, cujo principal competidor no mercado de celulares é a Telefónica.

As novas regras criam uma concessão universal, que permitirá que companhias ofereçam serviços triplos ou quádruplos para os consumidores, envolvendo celular, linhas fixas, Internet e televisão.

Francisco Gil Diaz, presidente do Conselho da Telefónica para México e América Central, afirma que os usuários de celular são prioridade.

"Por enquanto estamos mais interessados em aprofundar nossa presença no mercado de celular", disse o executivo à Reuters. "Não vemos a televisão como parte de nossa oferta de serviços." (Por Christine Murray e Tomas Sarmiento)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.