A página inicial está de cara nova Experimentar close button

TAM atinge 44,4% de participação de mercado doméstico em maio

Empresa afirma que parceria com varejistas atraiu mais consumidores da nova classe média

São Paulo – A companhia aérea TAM reforçou sua liderança no mercado doméstico brasileiro com 44,43% do total em maio – quase 1% a mais do que o mesmo período de 2010. A Gol/Varig obteve 35,39% do mercado aéreo doméstico em maio.

A companhia, com dados combinados da Pantanal, teve um aumento de demanda de 39,3%, combinado a um aumento de 17,6% da oferta. Esses fatores resultaram num salto de 10,5 pontos percentuais na taxa de ocupação, aos 67,6%.

“O desempenho de maio demonstra o sucesso da nossa estratégia de, através de nosso projeto de varejo, promover o transporte aéreo para as classes emergentes, aumentando cada vez mais o volume de passageiros fora dos horários de pico”, afirmou a empresa em nota. A empresa fechou parceria com a Casa Bahia em agosto.

O valor médio pago por passageiro (yield) teve leve queda em relação ao mês anterior.

Mercado Internacional – A empresa registrou um aumento de 20,5% na demanda com um aumento na oferta de 14,7% resultando num salto de 4 pontos percentuais na taxa de ocupação, aos 82,1%. A participação de mercado em maio foi de 89,6%, contra 90,38% no mesmo período de 2010. A Gol/Varig possui 9,20% e a Avianca 1,15%.

“O mercado internacional continua aquecido, mesmo em maio que é um dos meses sazonalmente mais fracos do ano, impulsionado principalmente pela valorização do real”, afirmou a TAM. “Além disso, observamos alta demanda pelas frequências adicionais partindo do Galeão no Rio de Janeiro para Nova York, Frankfurt, iniciadas durante o mês de maio.”

O valor médio pago por passageiro, neste caso, aumentou na comparação com abril.

Crescimento do setor - A demanda por voos no mercado aéreo doméstico teve um aumento de 28,67% em maio, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Em relação à oferta, o crescimento foi de 15,34%. Com isso, a taxa de ocupação chegou a 67,09%, contra 60,13% em maio de 2010.

A demanda nos voos internacionais operados por empresas brasileiras cresceu 21,55% em relação a maio do ano passado. No mesmo período, a oferta de assentos aumentou 13,54%. A taxa de ocupação atingiu a marca de 79,25%.

Com isso, as companhias menores também avançaram. As demais empresas do setor aéreo brasileiro ampliaram sua participação, de 18,41% em maio de 2010 para 20% no mesmo mês deste ano – a Azul tem 8,07%, a Webjet , 5,16%, a Trip aparece com 3,05%, enquanto a Avianca tem 2,94%.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também