Você sabe o que quer dizer o selo eureciclo estampado nas embalagens?

Milhares de empresas, no Brasil, possuem a certificação. Ela usa o modelo de compensação ambiental para atestar o compromisso com a cadeia da reciclagem
Selo eureciclo: estampados nas embalagens, eles ajudam o consumidor a identificar as marcas preocupadas com o meio ambiente (Eureciclo/Reprodução)
Selo eureciclo: estampados nas embalagens, eles ajudam o consumidor a identificar as marcas preocupadas com o meio ambiente (Eureciclo/Reprodução)
D
Da Redação

Publicado em 27/09/2022 às 07:30.

Última atualização em 27/09/2022 às 12:18.

O consumo consciente é um movimento que não para de ganhar força no mundo todo. Entre os brasileiros, 86% querem fazer escolhas de compra mais sustentáveis, reduzindo seu impacto individual sobre o meio ambiente, e 60% estão dispostos, inclusive, a pagar mais por produtos de marcas comprometidas. É o que mostra a pesquisa Vida Saudável e Sustentável, do Instituto Akatu em parceria com a GlobeScan. 

Nessa mudança de comportamento, os selos verdes estampados nas embalagens têm papel essencial: é por meio deles que os consumidores conseguem identificar essas empresas e as suas iniciativas de sustentabilidade. 

O que significa o selo eureciclo?

Um deles é o selo eureciclo, que comunica que a marca investe recursos na cadeia de reciclagem no país. Representada por um sorriso, a certificação informa que a empresa faz a compensação ambiental dos seus resíduos pós-consumo e ainda garante o rastreamento desse processo por meio de uma plataforma tecnológica. 

O que é compensação ambiental das embalagens?

O modelo utilizado nessa certificação é o da reciclagem de resíduos equivalentes. Se o selo está impresso em um produto, significa que seu fabricante contribui com centrais de triagem, mas não necessariamente para a reciclagem daquela exata embalagem, e sim de um volume correspondente do mesmo tipo material.

As empresas remuneram as cooperativas e operadores pelo serviço ambiental prestado e recebem os Certificados de Reciclagem como forma de comprovação legal. 

Conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos, todas as empresas que geram, comercializam ou importam embalagens são responsáveis pela destinação ambientalmente correta de pelo menos 22% desses resíduos após o consumo. Porém, como o Brasil tem um território de grandes dimensões e o descarte é difuso, fica inviável que elas recuperem suas próprias embalagens para que sejam reaproveitadas em outro ciclo produtivo. 

O mecanismo da compensação ambiental surge então como uma alternativa mais viável, técnica e economicamente, para cumprir esse processo de logística reversa

A solução é boa para as empresas, que cumprem a legislação ambiental a um custo bem menor, já que não precisam implementar um processo próprio, e para quem recicla, pois estimula a estruturação do setor e a valorização da força de trabalho, fundamentais para ampliar as taxas de reciclagem do país.

Diferentes tipos de selo eureciclo

Atualmente, são três categorias de selos que podem ser identificados nas embalagens: 

22% Garante que a marca promove a reciclagem de 22% do seu volume de embalagens, índice mínimo exigido pela legislação;

100%Informa que o fabricante compensa tudo o que gera de embalagens, neutralizando o impacto da sua atuação nesse sentido. Ou seja, para cada embalagem comercializada, outra igual é reciclada;

200% Quer dizer que a empresa encaminha para a reciclagem o dobro da massa de suas embalagens, levando a impacto positivo. Assim, para cada embalagem vendida, outras duas iguais são recicladas.

(eureciclo/Divulgação)

Quais os resultados do selo eureciclo?

Graças à parceria com mais de 275 centrais de triagem em todo o país, desde 2017 a certificadora evitou que mais de 614 mil toneladas de papel, vidro, metal ou plástico fossem parar em aterros e lixões. Só no ano passado, foram 200.496 toneladas, quase o dobro do resultado de 2020, quando foram compensadas 106 mil toneladas.

“Até o momento, a remuneração para cooperativas e operadores parceiros foi de mais de R$ 36 milhões”, conta Marcos Matos, diretor de marketing e vendas da eureciclo. Desse total, apenas em 2021 foram R$ 11,5 milhões, valor empregado em melhorias de infraestrutura, maquinário ou no pagamento de profissionais.

eureciclo: mais de 200 mil toneladas de material encaminhadas para reciclagem só no ano passado (eureciclo/Divulgação)

A expectativa é promissora para os próximos anos. Segundo a responsável pelo selo, que está hoje em 6 mil empresas, apesar de a lei estipular 22% como taxa mínima de reciclagem, a procura pela compensação ambiental de 100% dos resíduos cresceu 98%.

“Os resultados só foram possíveis porque contamos com clientes engajados em todo o país. Passamos de 3.800 parceiros, em 2020, para 5.600 em 2021, um salto de quase 50% em apenas um ano”, comemora o CEO e fundador da eureciclo, Thiago Carvalho Pinto.

“A logística reversa aliada à tecnologia é uma das ferramentas mais importantes para ajudar a evitar uma crise ambiental e levar a melhorias para o setor. Se todos os envolvidos estiverem comprometidos e engajados com o meio ambiente, como temos visto entre o nosso público, fecharemos 2022 com resultados ainda mais importantes”, finaliza o CEO.