Rio Tinto anuncia prejuízo de US$ 866 milhões em 2015

As empresas de mineração de todo o mundo foram afetadas pela queda dos preços das matérias-primas, em um momento de redução da demanda chinesa

O grupo de mineração anglo-australiano Rio Tinto anunciou nesta quinta-feira um prejuízo líquido de 866 milhões de dólares em 2015, um forte retrocesso em um ano, provocado pela queda dos preços das matérias-primas e a desaceleração da China.

No ano de 2014, o grupo registrou lucro de 6,53 bilhões de dólares.

As empresas de mineração de todo o mundo foram afetadas pela queda dos preços das matérias-primas, em um momento de redução da demanda chinesa.

"Em um contexto muito difícil, a Rio Tinto teve um desempenho sólido em 2015", defendeu o diretor geral da empresa, Sam Walsh, em um comunicado.

"A deterioração contínua do clima macroeconômico gerou incertezas gerais nos mercados", completou.

A Rio Tinto anunciou para os próximos dois anos um plano de redução de custos de dois bilhões de dólares e, assim como a suíça Glencore e a brasileira Vale, revisou sua política de retribuição aos acionistas.

Para 2015, os acionistas receberão um dividendo de 215 centavos americanos, o mesmo valor do exercício anterior.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.