• AALR3 R$ 20,06 1.88
  • AAPL34 R$ 70,18 -4.39
  • ABCB4 R$ 16,60 -1.95
  • ABEV3 R$ 14,20 -3.60
  • AERI3 R$ 3,78 -2.83
  • AESB3 R$ 10,66 -1.39
  • AGRO3 R$ 30,75 -2.81
  • ALPA4 R$ 20,98 -2.37
  • ALSO3 R$ 19,47 -3.23
  • ALUP11 R$ 26,41 0.19
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 30,90 1.95
  • AMER3 R$ 22,96 -0.26
  • AMZO34 R$ 67,68 -6.44
  • ANIM3 R$ 5,52 -3.33
  • ARZZ3 R$ 82,09 -0.82
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,30 -4.01
  • B3SA3 R$ 11,54 -3.03
  • BBAS3 R$ 35,85 -1.59
  • AALR3 R$ 20,06 1.88
  • AAPL34 R$ 70,18 -4.39
  • ABCB4 R$ 16,60 -1.95
  • ABEV3 R$ 14,20 -3.60
  • AERI3 R$ 3,78 -2.83
  • AESB3 R$ 10,66 -1.39
  • AGRO3 R$ 30,75 -2.81
  • ALPA4 R$ 20,98 -2.37
  • ALSO3 R$ 19,47 -3.23
  • ALUP11 R$ 26,41 0.19
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 30,90 1.95
  • AMER3 R$ 22,96 -0.26
  • AMZO34 R$ 67,68 -6.44
  • ANIM3 R$ 5,52 -3.33
  • ARZZ3 R$ 82,09 -0.82
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,30 -4.01
  • B3SA3 R$ 11,54 -3.03
  • BBAS3 R$ 35,85 -1.59
Abra sua conta no BTG

Rakuten compra a brasileira Ikeda, de e-commerce

Varejista japonesa pode entrar no e-commerce brasileiro com essa aquisição
A Ikeda ajuda as maiores companhias de varejo do Brasil a estabelecer suas lojas online (Getty Images)
A Ikeda ajuda as maiores companhias de varejo do Brasil a estabelecer suas lojas online (Getty Images)
Por Da RedaçãoPublicado em 07/06/2011 06:52 | Última atualização em 07/06/2011 06:52Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Tóquio - A varejista online Rakuten anunciou a compra da empresa de e-commerce Ikeda, com sede em São Paulo, marcando a primeira incursão da companhia japonesa no mercado brasileiro, em mais uma etapa de sua expansão no exterior.

Maior varejista online do Japão em faturamento, a Rakuten não revelou o valor da operação, mas o negócio possibilita que ela tire proveito da crescente demanda de compras online na maior economia da América do Sul, com 40% dos usuários de internet da região.

A Ikeda, importante fornecedora de serviços de e-commerce, ajuda as maiores companhias de varejo do Brasil a estabelecer suas lojas online. Juntas, as empresas deverão lançar um novo shopping center na internet brasileira, segundo informou à Dow Jones um fonte próxima ao assunto.

Como muitas companhias japonesas que se depararam com a estagnação do mercado doméstico, a Rakuten, sediada em Tóquio, voltou-se para os mercados externos em busca de crescimento. No ano passado, a empresa comprou a norte-americana Buy.com por US$ 250 milhões e a francesa PriceMinister por 200 milhões (US$ 263,3 milhões). Em outubro, a Rakuten lançou um serviço de vendas online na China, por meio de uma joint venture com a chinesa Baidu. As informações são da Dow Jones.