Acompanhe:
seloNegócios

A corrida dos bilionários chegou ao último mês do ano sob a liderança de Elon Musk, o fundador da Tesla e dono do X, ex-Twitter. De acordo com a Bloomberg, o bilionário acumula uma fortuna de 223 bilhões de dólares e é o único a superar a barreira das duas centenas de bilhões.

Juntos, os dez bilionários têm uma fortuna estimada em US$ 1.427 bilhão. Os Estados Unidos dominam a lista com 9 executivos. A única exceção é o francês Bernard Arnault, dono da LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy), de marcas como Louis Vuitton, Tiffany’s e Sephora.

Os números refletem a retomada das empresas de tecnologia, com 8 representantes do setor. Só o megainvestidor Warren Buffett e Arnault não se encaixam neste perfil.

A conquista da primeira posição é uma reviravolta e tanto para Musk em relação ao fim do ano passado. Naquele período, a fortuna do bilionário apresentava uma queda de US$ 140 bilhões e o executivo tinha caído para a segunda colocação entre os mais ricos do mundo, com um valor estimado em US$ 130 bilhões. 

A mudança de direção na fortuna do bilionário está conectada com os resultados que a Tesla apresentou ao longo do ano. As ações avançaram mais de 110% nos primeiros 11 meses de 2023 e impulsionaram o patrimônio do executivo. No ano, a alta é de US$ 85,8 bilhões. 

Quem são os outros bilionários na lista:

Jeff Bezos - US$ 170 bilhões

Fundador da Amazon e da Blue Origin, Jeff Bezos aparece na segunda colocação. Assim como Musk, sofreu com as variações negativas no ano passado e viveu um ciclo de retomada em 2023, com as ações da Amazon. A fortuna avançou US$ 63,2 bilhões e está estimada em US$ 170 bilhões. 

Bernard Arnault - US$ 168 bilhões

Ex-homem mais rico do mundo, o francês teve um ano menos movimentado. Nos 11 meses, a variação na fortuna acumula um saldo positivo de US$ 6,07 bilhões. 

Bill Gates - US$ 134 bilhões

O patrimônio do fundador da Microsoft avançou em US$ 25,2 bilhões. Assim como outras empresas de tecnologia, a Microsoft apresentou um ciclo de alta, beneficiando a avaliação do patrimônio do empresário.

Steve Ballmer - US$ 130 bilhões

Proprietário do time de basquete Los Angeles Clippers, Ballmer é ex-CEO da Microsoft e o maior acionista individual da companhia, com 4% de participação.  O seu patrimônio está estimado em US$ 130 bilhões, após aumentar em US$ 44,7 bilhões ao longo dos últimos 11 meses. 

Larry Ellison - US$ 130 bilhões

O fundador da Oracle Larry Ellison viu o patrimônio crescer em US$ 38,6 bilhões. A alta foi impulsionada pelo ânimo dos investidores com os resultados financeiros apresentados pela big tech e pela indicação de que a companhia está posicionada para atender as demandas geradas pela inteligência artificial generativa.

Warren Buffett - US$ 120 bilhões

Conhecido como Oráculo de Omaha - referência ao conhecido financeiro e à cidade onde nasceu -, o megainvestidor Warren Buffett, fundador da Berkshire Hathaway, acumula ganhos de US$ 13 bilhões no ano. 

Larry Page - US$ 120 bilhões

O bilionário é um dos fundadores do Google, hoje na holding Alphabet. Além de participação na companhia, Page tem investimentos em empresas de exploração espacial, mineração de asteroides e carros voadores. No ano, a fortuna cresceu US$ 37,1 bilhões. Resultado, em grande medida, apoiado na alta das ações de big tech.

Mark Zuckerberg - US$ 118 bilhões

A fortuna do cofundador da Meta apresenta a segunda maior valorização, só perdendo para a de Musk. O patrimônio de Zuckerberg cresceu US$ 72,9 bilhões no ano, acompanhando as flutuações positivas das ações da companhia. No ano passado, assim como Musk, ele estava na lista de quem mais tinha visto o valor dos ativos diminuir.

Sergey Brin - US$ 114 bilhões

Também fundador do Google, Brin aparece na 10ª colocação com um patrimônio avaliado em US$ 114 bilhões. No ano, os seus ativos registraram aumento de US$ 34,5 bilhões. 

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
29% das empresas brasileiras fecham nos primeiros 5 anos; veja como a IA pode mudar essa realidade
seloNegócios

29% das empresas brasileiras fecham nos primeiros 5 anos; veja como a IA pode mudar essa realidade

Há 4 horas

Em expansão no Brasil, Globant é classificada como marca de TI com crescimento mais rápido do mundo
seloNegócios

Em expansão no Brasil, Globant é classificada como marca de TI com crescimento mais rápido do mundo

Há 4 horas

Shopee inaugura 10º centro de distribuição no Brasil
seloNegócios

Shopee inaugura 10º centro de distribuição no Brasil

Há 4 horas

CEO da Uber diz que precisa reconquistar lealdade dos motoristas "todos os dias"
seloNegócios

CEO da Uber diz que precisa reconquistar lealdade dos motoristas "todos os dias"

Há 6 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais