Negócios

Conheça a picape chinesa anti-Toyota Hilux que poderá ser feita no Brasil

Great Wall Motor estuda chegada ao mercado brasileiro há dez anos e fábrica da Mercedes-Benz pode estar na mira

Tamanho: picape será maior que as rivais já vendidas no Brasil (Great Wall Motor/Divulgação)

Tamanho: picape será maior que as rivais já vendidas no Brasil (Great Wall Motor/Divulgação)

GA

Gabriel Aguiar

Publicado em 3 de agosto de 2021 às 15h59.

Última atualização em 5 de agosto de 2021 às 01h04.

Reportagem atualizada no dia 4 de agosto de 2021. Diferentemente do que havia sido publicado, o lançamento do modelo não foi confirmado pelo fabricante.

Como a chinesa Great Wall Motor chegará ao mercado brasileira ainda é um mistério – e boatos dizem até que poderá comprar a fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis (SP). Mas uma aposta é dada como certeira pelo setor: haverá uma picape grande para brigar com Chevrolet S10, Ford Ranger e Toyota Hilux. E, além do tamanho, a novidade deverá ter pacote de equipamentos generoso.

Maior que as picapes médias

Batizado Poer, o modelo mede 5,41 metros de comprimento; 1,93 m de largura e 1,88 m de altura. Isso significa que a estreante será maior que as rivais já vendidas por aqui. Em relação à motorização, a nova representante da Great Wall Motor tem duas opções para o mercado asiático: 2.0 turbodiesel com 163 cv de potência e 2.0 turbo a gasolina com 190 cv, sempre com tração 4x4.

Quais são os equipamentos

Quanto às comodidades, a picape oferece – ao menos lá fora – câmeras 360°; bancos com aquecimento e ajustes elétricos; chave presencial com partida por botão; central multimídia com tela de 8 polegadas compatível com Apple CarPlay; quadro de instrumentos digital; piloto automático adaptativo; frenagem de emergência; reconhecimento de placas de trânsito; e sensor de pneus.

Great Wall Motor Poer

Motores: há opções a diesel e a gasolina em outros mercados (Great Wall Motor/Divulgação)

Planos da marca para o Brasil

Vale lembrar que a chegada da marca ao nosso mercado já é especulada há quase uma década. E, desde então, a Great Wall Motor já participou do Salão do Automóvel de São Paulo e até registrou o SUV H6, comercializado pela submarca Haval e concorrente do Volkswagen Tiguan Allspace, no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), o que indica a possibilidade de chegada.

Great Wall Motor Poer

Produção: ainda não foi revelado se a marca terá produção no país (Great Wall Motor/Divulgação)

“Temos um plano de globalização e internacionalização da marca. Estamos analisando várias regiões e a América do Sul é uma delas, com foco em Brasil e Argentina. Neste momento, posso dizer que estamos analisando os estudos. Mas realmente é um mercado importante para a empresa”, diz Anderson Suzuki, diretor de planejamento de produto da empresa, em entrevista à Exame.

Great Wall Motor Poer

Equipamentos: picape tem piloto automático adaptativo (Great Wall Motor/Divulgação)

Para o executivo, a principal dificuldade para o início das operações se deve à complexidade tributária e à falta de acordos comerciais (que também são empecilhos para trocas com outros mercados). Também foi citado por Suzuki o “custo Brasil”, que envolve desde custos com logística até gastos fiscais, como um dos responsáveis por reduzir a competitividade global da nossa indústria.

Acompanhe tudo sobre:CarrosEmpresas chinesasMontadorasPicapes

Mais de Negócios

Marca de infusões orgânicas cresce com aumento do consumo de chás no Brasil e fatura R$ 6 milhões

Descubra 4 formas de pedir empréstimo e quais são as vantagens e desvantagens de cada uma

Apoio Financeiro no RS: prazo para adesão ao termina nesta sexta-feira; saiba como se inscrever

Com nova fábrica, Gelato Borelli vai triplicar produção e planeja faturar R$ 360 milhões em 2024

Mais na Exame