PDG perde prazo de cura sobre obrigações de CRI

Em 10 de janeiro, a empresa já havia anunciado que estava inadimplente com o pagamento de juros da 3ª emissão de CRI

São Paulo – A PDG informou na noite de terça-feira a expiração de prazo de cura de cinco dias úteis para que a empresa pagasse obrigações relacionadas ao resgate de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) da 15ª série da 1ª emissão.

“Tal inadimplemento impossibilitou a securitizadora de efetuar o resgate dos referidos CRI”, afirmou a PDG em comunicado ao mercado sem detalhar os valores envolvidos.

Em 10 de janeiro, a empresa já havia anunciado que estava inadimplente com o pagamento de juros da 3ª emissão de CRI.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.