MRV fecha trimestre com R$ 1 bi em lançamentos

Empresa considerou esse o melhor terceiro trimestre da sua história. Nem todos os analistas ficaram satisfeitos com os resultados

São Paulo - A MRV anunciou hoje (15/10) ao mercado seus resultados referentes ao terceiro trimestre. A empresa considerou esse o melhor terceiro trimestre de sua história, mas essa opinião não foi uma unanimidade entre os analistas.

Os resultados ficaram "um pouco abaixo das expectativas" segundo relatório da Itaú Corretora assinado pelos analistas Ricardo Lima, David Lawant e Vivian Salomon. A empresa precisa aumentar suas vendas contratadas para atingir a estimativa dos analistas para esse ano. O valor dos lançamentos do trimestre - que atingiu 1 bilhão de reais - também ficou abaixo das expectativas dos analistas (17% inferior), assim como o valor de vendas contratadas. A expectativa era de um bilhão de reais e o valor atingido foi de 889,7 milhões de reais.

Já o relatório da Ativa Corretora, assinado pelo analista Armando Halfeld considerou o resultado operacional positivo. "Apesar das ligeiras quedas apresentadas nos indicadores operacionais, os números ainda continuam fortes", informou o relatório.

Os destaques positivos, segundo o relatório da Ativa, foram o aumento do guidance de margem EBITDA para o ano de 25% a 28% para 26% a 29%; as vendas contratadas do acumulado do ano que representam 69% do ponto médio da meta da empresa para 2010; e o fato de cerca de 83% dos lançamentos do trimestre serem enquadráveis no programa habitacional Minha Casa Minha Vida.

Resultados

Os lançamentos do trimestre totalizaram um bilhão de reais, representando um crescimento de 58,7% em relação ao mesmo período de 2009. Os lançamentos do acumulado do ano totalizaram 2,8 bilhões de reais. O valor representa um aumento de 79,5% em relação ao mesmo período de 2009. Dentre as unidades lançadas no terceiro trimestre, 82,6% se enquadram no programa Minha Casa Minha Vida.

As vendas contratadas (%MRV) do período totalizaram 889,7 milhões de reais (8.557 unidades). O crescimento foi de 12,7% em relação ao mesmo período de 2009. As vendas contratadas acumuladas em 2010 totalizam 2.604,4 milhões de reais (24.965 unidades), um aumento de 25,8% em relação ao mesmo período de 2009. Das unidades vendidas no trimestre, 71,4% são elegíveis ao programa Minha Casa Minha Vida.

O banco de terrenos apresentou valor geral de venda (VGV) potencial de 12,4 bilhões de reais. O banco de terrenos em 30 de setembro de 2010 apresenta 418 unidades por empreendimento, em média. Os terrenos adquiridos em 2010 apresentam um tamanho médio de 490 unidades por projeto. A MRV aumentou seu guidance de margem EBITDA. O guidance de vendas foi mantido (3.700 milhões de reais até 4.300 milhões de reais).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.