Negócios
Acompanhe:

Maquiagem de preços lidera reclamações na Black Friday

Consumidores também se queixam de sites fora do ar, fretes caros, demora no prazo de entrega e falta de produtos em estoque


	Black Friday: até as 11 horas, 2.000 queixas já haviam sido feitas no Reclame Aqui
 (Getty Images)

Black Friday: até as 11 horas, 2.000 queixas já haviam sido feitas no Reclame Aqui (Getty Images)

L
Luísa Melo

28 de novembro de 2014, 13h26

São Paulo - Maquiagem de preços, problemas ao acessar sites e produtos que têm o valor alterado na hora de finalizar a compra tem sido as principais queixas registradas pelos consumidores no ReclameAqui durante esta Black Friday.

A promoção coletiva começou à meia noite desta sexta-feira e, até as 11 horas, 2.000 reclamações já tinham sido feitas no site.

Segundo o ReclameAqui, muitas lojas online ficaram fora do ar na madrugada por conta do alto número de acessos. A partir das 6 horas, porém, os problemas relacionados a preço, condições de pagamento e entrega passaram a ser foco da maioria das queixas. Além disso, há relatos de falta de produtos em estoque.

Até as 11 horas, o Submarino liderava o ranking das empresas mais reclamadas, com 383 registros. Em seguida, aparece a Americanas.com, com 311.

De acordo com o ReclameAqui, as duas empresas já superaram a média de reclamações que recebem no canal semanalmente. No momento, os problemas mais recorrentes em ambas referem-se a preço e finalização de vendas.

Na Saraiva, em terceiro lugar no ranking, com 252 reclamações, a maioria das queixas são relativas a produtos que "somem" do estoque na hora da compra ou "desaparecem" do carrinho virtual. Há também reclamações de maquiagem de preços.

A Netshoes vem em seguida, no quarto lugar, com 92 reclamações, a maioria referente à maquiagem de preços.

Em quinto lugar, com 62, o Extra.com.br é bastante questionado pelos consumidores sobre se seus produtos realmente estão com descontos. Muitos também reclamam do valor do frete cobrado para entrega.

A demora na entrega é um problema bastante citado pelos consumidores nesta Black Friday, segundo o ReclameAqui. Muitas empresas estenderam os prazos e há relatos de produtos que levarão de 30 a 50 dias para chegar. Com isso, muito consumidores que esperavam adiantar as compras de Natal ficaram frustrados, já que os itens só estariam em mãos após o Ano Novo.

https://instagram.com/p/v7PmeiMouN/

https://instagram.com/p/v7PmeiMouN/

"A maior diferença que notamos neste ano é um amadurecimento do consumidor, que não apenas sabe reclamar melhor como está, desde bem antes da Black Friday, atento a eventuais problemas que possam acontecer", explica o diretor executivo do Reclame Aqui, Edu Neves, em nota.

O site está atualizando a lista de empresas mais reclamadas e dando dicas aos clientes em tempo real.