Lucro trimestral da Basf sobe com maior demanda por plástico

Demanda por plásticos para automóveis e construção civil compensaram as rendas menores com petróleo e gás

	Basf: vendas de plástico compensaram as rendas menores com petróleo e gás
 (Mark Renders/Getty Images)
Basf: vendas de plástico compensaram as rendas menores com petróleo e gás (Mark Renders/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 24/07/2015 às 12:14.

Frankfurt - A BASF, maior companhia química em vendas do mundo, divulgou nesta sexta-feira lucro operacional 2 por cento maior no segundo trimestre, com a demanda por plásticos para automóveis e construção civil compensando as rendas menores com petróleo e gás.

Os lucros antes de juros e impostos (Ebit), ajustado por itens extraordinários, subíram para 2,04 bilhões de euros (2,24 bilhões de dólares) no segundo trimestre, abaixo das previsões que estimavam na casa dos 2,12 bilhões de euros em uma pesquisa da Reuters.

O lucro operacional da divisão de materiais funcionais e soluções, que geralmente atende as indústrias automotiva, elétrica e da construção civil, saltou para 458 milhões de euros, enquanto negócios como petróleo e gás, produtos químicos para a agricultura e outros produtos químicos menos especializados tiveram queda de rendimento.

A BASF, cujos produtos incluem revestimentos de automóveis, espumas químicas e produtos químicos para mineração, confirmou suas previsões de lucro operacional estável e aumento das vendas em 2015.