Lucro do Netflix cresce, mas ações recuam

Companhia teve um lucro líquido recorde de 29 milhões de dólares no trimestre, ou 0,49 dólar por ação

Los Angeles - O Netflix divulgou nesta segunda-feira um lucro mais alto no segundo trimestre, superando as estimativas de Wall Street, no momento em que a companhia adicionou assinantes ao seu serviço de transmissão de video por Internet (streaming), mas não tanto quanto analistas esperavam.

As ações do Netflix caíram 5 por cento no pregão after-market nesta segunda-feira para 248 dólares, abaixo do fechamento na Nasdaq mais cedo, de 261,96 dólares.

O Netflix adicionou 630 mil novos clientes de streaming nos Estados Unidos, metade da projeção da companhia lançada em abril. A expectativa média de analistas de Wall Street era de 700 mil, disse o analista da Sterne Agee, Arvind Bhatia.

O Netflix disse que teve um lucro líquido recorde de 29 milhões de dólares no trimestre, comparado aos 6 milhões de dólares no mesmo período do ano passado, quando a companhia estava gastando pesadamente para atuar em mais países.

O lucro por ação alcançou 0,49 dólar, acima da média de analistas de 0,40 dólar, Segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.