Jornal da Tarde deixará de circular em 31 de outubro

Em nota, Grupo Estado afirma que vai reforçar investimentos no jornal O Estado de S.Paulo

São Paulo – Após algumas semanas de boatos, agora é oficial: o Jornal da Tarde deixará de circular. Sua última edição irá para as bancas nesta quarta-feira. <a href="http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,grupo-estado-anuncia-revisao-de-portfolio,132724,0.htm" target="_blank">De acordo com nota do Grupo Estado</a>, afirma que a decisão vai reforçar os investimentos em seu principal produto, o jornal O Estado de S.Paulo.</p>

“Hoje, o meio jornal é a segunda mídia mais importante para a publicidade, com o dobro de participação do terceiro colocado. Daí a estratégia de focar no Estadão, principal marca do grupo, e de investir em uma plataforma digital mais robusta e avançada”, afirmou Francisco Mesquita Neto, diretor presidente do Grupo Estado.

Dos cadernos produzidos pelo Jornal da Tarde, o Jornal do Carro é o que será incorporado ao Estadão. O caderno será ampliado e passará a ser a nova marca dos classificados de automóveis do Estadão.

Com 46 anos de existência, o JT fez fama no meio jornalístico pelas inovações em design gráfico, texto e prestação de serviços.

Antes do JT, o fim da circulação do Jornal do Brasil, em agosto de 2010, foi o episódio de maior repercussão na imprensa brasileira. No caso do JB, porém, a marca sobreviveu como um jornal online.